• Nayara Reynaud

GRAMMY 2021 | Veja a lista completa de vencedores e indicados ao prêmio musical

Atualizado: 15 de mar. de 2021


Logo do 62º GRAMMY Awards | Foto: Divulgação

A noite desse domingo (14) foi de um GRAMMY Awards até mais dinâmico do que se esperavaem 2021, seja pelo que tem se visto nesta temporada de premiação em meio à pandemia ou em comparação com as edições anteriores. Se o pré-show, apresentado pela cantora Jhené Aiko – que saiu de mãos abanando quanto às três indicações originárias de seu álbum Chilombo (2020) – seguiu o formato remoto de outros eventos recentes, o show principal contou com rodízio de apresentações no palco do Los Angeles Convention Center, belas homenagens no momento do In Memoriam e indicados reunidos ao ar livre e de máscara – mesmo que nem todos os protocolos tenham sido seguidos à risca no decorrer da cerimônia.


E, em meio a prêmios pulverizados, mas prioritariamente femininos, em que Taylor Swift faturou Álbum do Ano, pela terceira vez, por seu elogiado folklore (2020); Billie Eilish venceu novamente Gravação do Ano com everything i wanted; H.E.R. levou Canção do Ano com a poderosa letra de protesto de I Can't Breathe; o grande destaque foi para Beyoncé. Nesta noite, ela não só ganhou quatro gramofones – Melhor Performance de R&B por BLACK PARADE e Videoclipe por BROWN SKIN GIRL e mais duas pela parceria que fez em Savage, música da artista revelação premiada Megan Thee Stallion – como se tornou a artista feminina com o maior número de estatuetas na história dos GRAMMY’s: 28. A cantora norte-americana já havia de se destacado na lista de indicados, anunciada em 24 de novembro de 2020, em que ela se tornou a mulher mais indicada em todas as edições da premiação, totalizando 79 indicações, que a deixaram empatada com o inglês Paul McCartney e só uma menção de distância para as 80 do mítico produtor Quincy Jones e do rapper e marido dela JAY-Z.


Aliás, o anúncio dos indicados no ano passado foi envolto por justas polêmicas que suplataram detalhes interessantes da 63ª edição da mais famosa premiação musical, realizada pela The Recording Academy. De um lado, havia certos avanços tímidos em diversidade no topo da lista, a exemplo das seis indicações, cada, para a inglesa Dua Lipa colhendo os frutos pelos hits de Future Nostalgia (2020), o rapper Roddy Ricch sendo reconhecido pelo sucesso de sua canção The Box e pela participação em ROCKSTAR de Da Baby – que está em quatro disputas –, e a cantora Taylor Swift; seguindo com Brittany Howard, vocalista do Alabama Shakes que conseguiu cinco na sua estreia em carreira solo, com o disco Jaime (2019). Aliás, ela faz parte de um dos grandes feitos desta edição, em que a categoria de Melhor Performance Rock só teve mulheres ou bandas de vocal feminino indicadas, assim como a de Melhor Álbum Country. Fiona Apple – que soma duas indicações, mas cuja ausência de Fetch the Bolt Cutters (2020) na categoria principal de Álbum do Ano é indesculpável –, Grace Potter, Phoebe Bridgers – revelação com quatro menções na lista –, o trio HAIM – que também emplacou o Women in Music Pt. III (2020) na concorrência pelo AYOT – e a banda Big Thief completam o time das roqueiras, enquanto a música country é representada por Ashley McBryde, Brandy Clark, Ingrid Andress, Miranda Lambert e o grupo Little Big Town.


Enquanto isso, porém, as redes sociais ficaram em polvorosa pelo fato do cantor canadense The Weeknd, cujo álbum After Hours (2020) conquistou tanto o público e a crítica neste ano, ter sido misteriosamente esnobado pela The Recording Academy, sem ser lembrado em nenhuma categoria. Algo que até poderia ser atribuído a uma possível incompreensão das comissões julgadoras de pop e R&B, que poderiam, igualmente, acreditar que sua música pertenceria ao outro gênero – como cogitado pelo jornalista Jem Aswad na revista Variety –, mas que não é capaz de explicar a ausência em categorias gerais, onde projetos de difícil classificação conseguiram entrar, a exemplo das várias texturas e ritmos do citado disco das irmãs Haim ou da viagem sonora de Everyday Life (2019), em uma indicação surpreendente para um trabalho interessante, mas pouco popular do Coldplay.


Isso acabou ofuscando até as conquistas brasileiras nesta edição, com a cantora Bebel Gilberto indicada a Melhor Álbum de Global Music – antiga categoria de World Music, em uma mudança de título apenas pró-forma –, com seu lançamento Agora (2020), e o violonista Chico Pinheiro concorrendo em Melhor Álbum de Jazz Latino com City of Dreams (2020). Foi a quarta indicação da filha de João Gilberto e a segunda seguida do músico, que disputou anteriormente, no mesmo segmento, com Sorte! Music by John Finbury (2019), parceria entre o compositor John Finbury e a cantora Thalma de Freitas, junto do pianista Vitor Gonçalves, do percussionista Rogerio Boccato e do baterista Duduka Da Fonseca. Também vale ressaltar os portugueses que foram reconhecidos pela Academia, com a jazzista Maria Mendes repetindo a indicação do GRAMMY Latino para Asas Fechadas, faixa em que colabora com John Beasley e a Metropole Orkest, em Melhor Arranjo para Instrumentos e Vocais, e o DJ RAC, que já ganhou um Grammy de Melhor Gravação Remixada em 2016, e agora concorreu novamente com seu remix de Do You Ever, de Phil Good.


A cerimônia de entrega dos gramofones dourados estava prevista para acontecer no próximo dia 31 de janeiro, mas devido ao agravamento da situação da pandemia de Covid-19 em Los Angeles, foi adiada para este domingo, 14 de março de 2021, sob o comando do apresentador e comediante Trevor Noah. No Brasil, o evento foi transmitido pela TNT, com a apresentação de Dane Taranha e os comentários do jornalista Phelipe Cruz.


Veja abaixo os nomes de todos os vencedores e a lista completa dos indicados nas 84 categorias do GRAMMY 2021, e ouça também a nossa playlist com todos os concorrentes, tanto na Deezer quanto no Spotify:

 

GERAL


GRAVAÇÃO DO ANO

Vencedora: everything i wanted, de Billie Eilish

(Produção Musical: Finneas O'Connell | Engenharia de Som e Mixagem: Rob Kinelski e Finneas O'Connell | Masterização: John Greenham)

BLACK PARADE, de Beyoncé

(Produção Musical: Beyoncé e Derek Dixie | Engenharia de Som e Mixagem: Stuart White | Masterização: JJ Golden)

Circles, de Post Malone

(Produção Musical: Louis Bell, Frank Dukes e Post Malone | Engenharia de Som e Mixagem: Louis Bell e Manny Marroquin | Masterização: Mike Bozzi)

Colors, de Black Pumas

(Produção Musical: Adrian Quesada | Engenharia de Som e Mixagem: Adrian Quesada | Masterização: Randy Merrill)

Don't Start Now, de Dua Lipa

(Produção Musical: Caroline Ailin e Ian Kirkpatrick | Engenharia de Som e Mixagem: Josh Gudwin, Drew Jurecka e Ian Kirkpatrick | Masterização: Chris Gehringer)

ROCKSTAR, de DaBaby feat. Roddy Ricch

(Produção Musical: SethinTheKitchen | Engenharia de Som e Mixagem: Derek "MixedByAli" Ali, Chris Dennis & Liz Robson | Masterização: Susan Tabor)

Savage, de Megan Thee Stallion feat. Beyoncé

(Produção Musical: Beyoncé e J. White Did It | Engenharia de Som e Mixagem: Stuart White | Masterização: Colin Leonard)

Say So, de Doja Cat

(Produção Musical: Tyson Trax | Engenharia de Som e Mixagem: Clint Gibbs | Masterização: Mike Bozzi)

ÁLBUM DO ANO

Vencedor: folklore, de Taylor Swift

(Produção Musical: Jack Antonoff, Aaron Dessner e Taylor Swift | Engenharia de Som e Mixagem: Jack Antonoff, Aaron Dessner, Serban Ghenea, John Hanes, Jonathan Low e Laura Sisk | Composição: Aaron Dessner e Taylor Swift | Masterização: Randy Merrill)

Black Pumas (Deluxe Edition), de Black Pumas

(Produção Musical: Jon Kaplan e Adrian Quesada | Engenharia de Som e Mixagem: Adrian Quesada, Jacob Sciba, Stuart Sikes e Erik Wofford | Composição: Eric Burton e Adrian Quesada | Masterização: JJ Golden)

Chilombo, de Jhené Aiko

(Produção Musical: Fisticuffs e Julian-Quán Việt Lê | Engenharia de Som e Mixagem: Fisticuffs, Julian-Quán Việt Lê, Zeke Mishanec, Christian Plata e Gregg Rominiecki | Composição: Jhené Aiko Efuru Chilombo, Julian-Quán Việt Lê, Maclean Robinson e Brian Keith Warfield | Masterização: Dave Kutch)

Djesse Vol.3, de Jacob Collier

(Produção Musical: Jacob Collier | Engenharia de Som e Mixagem: Ben Bloomberg e Jacob Collier | Composição: Jacob Collier | Masterização: Chris Allgood e Emily Lazar)

Everyday Life (Deluxe), de Coldplay

(Produção Musical: Daniel Green, Bill Rahko e Rik Simpson | Engenharia de Som e Mixagem: Mark "Spike" Stent | Composição: Guy Berryman, Jonny Buckland, Will Champion e Chris Martin | Masterização: Emily Lazar)

Future Nostalgia, de Dua Lipa

(Produção Musical: Koz | Engenharia de Som e Mixagem: Josh Gudwin e Cameron Gower Poole | Composição: Clarence Coffee Jr. e Dua Lipa | Masterização: Chris Gehringer)

Hollywood's Bleeding, de Post Malone

(Produção Musical: Louis Bell e Frank Dukes | Engenharia de Som e Mixagem: Louis Bell e Manny Marroquin | Composição: Louis Bell, Adam Feeney, Austin Post e Billy Walsh| Masterização: Mike Bozzi)

Women in Music Pt. III, de HAIM

(Produção Musical: Rostam Batmanglij, Danielle Haim e Ariel Rechtshaid | Engenharia de Som e Mixagem: Rostam Batmanglij, Jasmine Chen, John DeBold, Matt DiMona, Tom Elmhirst, Joey Messina-Doerning e Ariel Rechtshaid | Composição: Rostam Batmanglij, Alana Haim, Danielle Haim, Este Haim e Ariel Rechtshaid | Masterização: Emily Lazar)

CANÇÃO DO ANO

Vencedora: I Can't Breathe

(Composição: Dernst Emile II, H.E.R. e Tiara Thomas | H.E.R.)

BLACK PARADE

(Composição: Denisia Andrews, Beyoncé, Stephen Bray, Shawn Carter, Brittany Coney, Derek James Dixie, Akil King, Kim "Kaydence" Krysiuk e Rickie "Caso" Tice | Beyoncé)

cardigan

(Composição: Aaron Dessner e Taylor Swift | Taylor Swift)

Circles

(Composição: Louis Bell, Adam Feeney, Kaan Gunesberk, Austin Post e Billy Walsh | Post Malone)

Don't Start Now

(Composição: Caroline Ailin, Ian Kirkpatrick, Dua Lipa e Emily Warren | Dua Lipa)

everything i wanted

(Composição: Billie Eilish O'Connell e Finneas O'Connell | Billie Eilish)

If the World Was Ending

(Composição: Julia Michaels e JP Saxe | JP Saxe feat. Julia Michaels)

The Box

(Composição: Samuel Gloade e Rodrick Moore | Roddy Ricch)


MELHOR ARTISTA REVELAÇÃO

Vencedora: Megan Thee Stallion

Chika

Doja Cat

D Smoke

Ingrid Andress

KAYTRANADA

Noah Cyrus

Phoebe Bridgers


POP

MELHOR PERFORMANCE SOLO DE POP

Vencedora: Watermelon Sugar, de Harry Styles

cardigan, de Taylor Swift

Don't Start Now, de Dua Lipa

everything i wanted, de Billie Eilish

Say So, de Doja Cat

Yummy, de Justin Bieber

MELHOR PERFORMANCE DE GRUPO OU DUO POP

Vencedora: Rain on Me, de Lady Gaga com Ariana Grande

Dynamite, de BTS

exile, de Taylor Swift feat. Bon Iver

Intentions, de Justin Bieber feat. Quavo

UN DIA (ONE DAY), de J Balvin, Dua Lipa, Bad Bunny e Tainy

MELHOR ÁLBUM VOCAL DE POP TRADICIONAL

Vencedor: American Standard, de James Taylor

Blue Umbrella, de Burt Bacharach e Daniel Tashian

Judy (trilha sonora do filme Judy), de Renée Zellweger

True Love: A Celebration of Cole Porter, de Harry Connick Jr.

Unfollow the Rules, de Rufus Wainwright

MELHOR ÁLBUM VOCAL POP

Vencedor: Future Nostalgia, de Dua Lipa

Changes, de Justin Bieber

Chromatica, de Lady Gaga

Fine Line, de Harry Styles

folklore, de Taylor Swift


DANCE / MÚSICA ELETRÔNICA

MELHOR GRAVAÇÃO DANCE

Vencedora: 10%, de KAYTRANADA feat. Kali Uchis

(Produção: KAYTRANADA | Mixagem: Neal H. Pogue)

Both of Us, de Jayda G

(Produção: Fred Again.. e Jayda G | Mixagem: Fred Again.. e Jayda G)

My High, de Disclosure feat. Aminé e Slowthai

(Produção: Guy Lawrence e Howard Lawrence | Mixagem: Guy Lawrence)

On My Mind, de Diplo e SIDEPIECE

(Produção: Diplo e SIDEPIECE | Mixagem: Luca Pretolesi)

The Difference, de Flume feat. Toro y Moi

(Produção: Flume | Mixagem: Eric J Dubowsky)

MELHOR ÁLBUM DANCE OU ELETRÔNICO

Vencedor: BUBBA, de KAYTRANADA

ENERGY, de Disclosure

Good Faith, de Madeon

KiCk i, de Arca

PLANET'S MAD, de Baauer


MÚSICA INSTRUMENTAL CONTEMPORÂNEA

MELHOR ÁLBUM INSTRUMENTAL CONTEMPORÂNEO

Vencedor: Live at the Royal Albert Hall, de Snarky Puppy

Americana, de Grégoire Maret, Romain Collin e Bill Frisell

Axiom, de Christian Scott aTunde Adjuah

Chronology of a Dream: Live at the Village Vanguard, de Jon Batiste

Take the Stairs, de Black Violin



ROCK

MELHOR PERFORMANCE ROCK

Vencedora: Shameika, de Fiona Apple

Daylight, de Grace Potter

Kyoto, de Phoebe Bridgers

Not, de Big Thief

Stay High, de Brittany Howard

The Steps, de HAIM


MELHOR PERFORMANCE DE METAL

Vencedora: Bum-Rush, de Body Count

BLOODMONEY, de Poppy

Executioner's Tax (Swing of the Axe) – Live, de Power Trip

The In-Between, de In This Moment

Underneath, de Code Orange

MELHOR CANÇÃO DE ROCK

Vencedora: Stay High

(Composição: Brittany Howard | Brittany Howard)

Kyoto

(Composição: Phoebe Bridgers, Morgan Nagler e Marshall Vore | Phoebe Bridgers)

Lost in Yesterday

(Composição: Kevin Parker | Tame Impala)

Not

(Composição: Adrianne Lenker | Big Thief)

Shameika

(Composição: Fiona Apple | Fiona Apple)


MELHOR ÁLBUM ROCK

Vencedor: The New Abnormal, de The Strokes

A Hero's Death, de Fontaines D.C.

Daylight, de Grace Potter

KIWANUKA, de Michael Kiwanuka

Sound & Fury, de Sturgill Simpson


ALTERNATIVO

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA ALTERNATIVA

Vencedor: Fetch the Bolt Cutters, de Fiona Apple

Hyperspace, de Beck

Jaime, de Brittany Howard

Punisher, de Phoebe Bridgers

The Slow Rush, de Tame Impala



R&B

MELHOR PERFORMANCE DE R&B

Vencedora: BLACK PARADE, de Beyoncé

All I Need, de Jacob Collier feat. Mahalia e Ty Dolla $ign

Goat Head, de Brittany Howard

Lightning & Thunder, de Jhené Aiko feat. John Legend

See Me, de Emily King


MELHOR PERFORMANCE DE R&B TRADICIONAL

Vencedora: Anything For You, de Ledisi

Distance, de Yebba

Let Me Go, de Mykal Kilgore

Sit on Down, de The Baylor Project feat. Jean Baylor e Marcus Baylor

Wonder What She Thinks of Me, de Chloe X Halle


MELHOR CANÇÃO DE R&B

Vencedora: Better Than I Imagine

(Composição: Robert Glasper, Meshell Ndegeocello e Gabriella Wilson | Robert Glasper feat. H.E.R. e Meshell Ndegeocello)

BLACK PARADE

(Composição: Denisia Andrews, Beyoncé, Stephen Bray, Shawn Carter, Brittany Coney, Derek James Dixie, Akil King, Kim "Kaydence" Krysiuk e Rickie "Caso" Tice | Beyoncé)

Collide

(Composição: Sam Barsh, Stacey Barthe, Sonyae Elise, Olu Fann, Akil King, Josh Lopez, Kaveh Rastegar e Benedetto Rotondi | Tiana Major9 e EARTHGANG)

Do It

(Composição: Chloe Bailey, Halle Bailey, Anton Kuhl, Victoria Monét, Scott Storch e Vincent Van Den Ende | Chloe X Halle)

Slow Down

(Composição: Nasri Atweh, Badriia Bourelly, Skip Marley, Ryan Williamson e Gabriella Wilson | Skip Marley e H.E.R.)


MELHOR ÁLBUM DE PROGRESSIVE R&B

Vencedor: It Is What It Is, de Thundercat

Chilombo, de Jhené Aiko

F*** Yo Feelings, de Robert Glasper

Free Nationals, de Free Nationals

Ungodly Hour, de Chloe X Halle

MELHOR ÁLBUM DE R&B

Vencedor: Bigger Love, de John Legend

All Rise, de Gregory Porter

Happy 2 Be Here, de Ant Clemons

Take Time, de Giveon

to Feel Love/d, de Luke James


RAP

MELHOR PERFORMANCE DE RAP

Vencedora: Savage, de Megan Thee Stallion feat. Beyoncé

BOP, de DaBaby

Deep Reverence, de Big Sean feat. Nipsey Hussle

Dior, de Pop Smoke

The Bigger Picture, de Lil Baby

WHATS POPPIN, de Jack Harlow

MELHOR PERFORMANCE DE RAP MELÓDICO (MELODIAS DE R&B E RAP)

Vencedora: Lockdown, de Anderson .Paak

HIGHEST IN THE ROOM, de Travis Scott

Laugh Now, Cry Later, de Drake feat. Lil Durk

ROCKSTAR, de DaBaby feat. Roddy Ricch

The Box, de Roddy Ricch


MELHOR CANÇÃO DE RAP

Vencedora: Savage

(Composição: Beyoncé, Shawn Carter, Brittany Hazzard, Derrick Milano, Terius Nash, Megan Pete, Bobby Session Jr., Jordan Kyle Lanier Thorpe e Anthony White | Megan Thee Stallion feat. Beyoncé)

Laugh Now, Cry Later

(Composição: Durk Banks, Rogét Chahayed, Aubrey Graham, Daveon Jackson, Ron LaTour e Ryan Martinez | Drake feat. Lil Durk)

ROCKSTAR

(Composição: Jonathan Lyndale Kirk, Ross Joseph Portaro IV e Rodrick Moore | DaBaby feat. Roddy Ricch)

The Bigger Picture

(Composição: Dominique Jones, Noah Pettigrew e Rai'shaun Williams | Lil Baby)

The Box

(Composição: Samuel Gloade e Rodrick Moore | Roddy Ricch)


MELHOR ÁLBUM DE RAP

Vencedor: King's Disease, de Nas

Alfredo, de Freddie Gibbs & The Alchemist

A Written Testimony, de Jay Electronica

Black Habits, de D Smoke

The Allegory, de Royce Da 5’9"



COUNTRY

MELHOR PERFORMANCE SOLO DE COUNTRY

Vencedora: When My Amy Prays, de Vince Gill

Black Like Me, de Mickey Guyton

Bluebird, de Miranda Lambert

Stick That In Your Country Song, de Eric Church

Who You Thought I Was, de Brandy Clark

MELHOR PERFORMANCE DE GRUPO OU DUO DE COUNTRY

Vencedora: 10,000 Hours, de Dan + Shay e Justin Bieber

All Night, de Brothers Osborne

Ocean, de Lady A

Some People Do, de Old Dominion

Sugar Coat, de Little Big Town


MELHOR CANÇÃO COUNTRY

Vencedora: Crowded Table

(Composição: Brandi Carlile, Natalie Hemby e Lori McKenna | The Highwomen)

Bluebird

(Composição: Luke Dick, Natalie Hemby e Miranda Lambert | Miranda Lambert)

More Hearts Than Mine

(Composição: Ingrid Andress, Sam Ellis & Derrick Southerland | Ingrid Andress)

Some People Do

(Composição: Jesse Frasure, Shane McAnally, Matthew Ramsey e Thomas Rhett | Old Dominion)

The Bones

(Composição: Maren Morris, Jimmy Robbins & Laura Veltz | Maren Morris)


MELHOR ÁLBUM COUNTRY

Vencedor: Wildcard, de Miranda Lambert

Lady Like, de Ingrid Andress

Never Will, de Ashley McBryde

Nightfall, de Little Big Town

Your Life Is a Record, de Brandy Clark


NEW AGE

MELHOR ÁLBUM NEW AGE

Vencedor: More Guitar Stories, de Jim "Kimo" West

Form//Less, de Superposition

Meditations, de Cory Wong e Jon Batiste

Periphery, de Priya Darshini

Songs From the Bardo, de Laurie Anderson, Tenzin Choegyal e Jesse Paris Smith

JAZZ

MELHOR SOLO IMPROVISADO DE JAZZ (PERFORMANCE INSTRUMENTAL)

Vencedor: All Blues

(Solista: Chick Corea | Faixa de "Trilogy 2" | Chick Corea, Christian McBride e Brian Blade)

Celia

(Solista: Gerald Clayton)

Guinevere

(Solista: Christian Scott Atunde Adjuah | Faixa de "Axiom")

Pachamama

(Solista: Regina Carter | Faixa de "Ona" | Thana Alexa)

Moe Honk

(Solista: Joshua Redman | Faixa de "RoundAgain" | Redman Mehldau McBride Blade)


MELHOR ÁLBUM VOCAL DE JAZZ

Vencedor: Secrets Are the Best Stories, de Kurt Elling feat. Danilo Pérez

Holy Room: Live at Alte Oper, de Somi com Frankfurt Radio Big Band

Modern Ancestors, de Carmen Lundy

Ona, de Thana Alexa

What's the Hurry, de Kenny Washington

MELHOR ÁLBUM DE JAZZ INSTRUMENTAL

Vencedor: Trilogy 2, de Chick Corea, Christian McBride e Brian Blade

Happening: Live at the Village Vanguard, de Gerald Clayton

On the Tender Spot of Every Calloused Moment, de Ambrose Akinmusire

RoundAgain, de Redman Mehldau McBride Blade

Waiting Game, de Terri Lyne Carrington and Social Science

MELHOR ÁLBUM DE BIG BAND DE JAZZ

Vencedor: Data Lords, de Maria Schneider Orchestra

Dialogues on Race, de Gregg August

MONK’estra Plays John Beasley, de John Beasley

Songs You Like a Lot, de John Hollenbeck com Theo Bleckmann, Kate McGarry, Gary Versace e The Frankfurt Radio Big Band

The Intangible Between, de Orrin Evans e The Captain Black Big Band


MELHOR ÁLBUM DE LATIN JAZZ (MISTURA DE JAZZ COM MÚSICA LATINA, IBERO-AMERICANA, BRASILEIRA OU TANGO ARGENTINO)

Vencedor: Four Questions, de Arturo O'Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra

City of Dreams, de Chico Pinheiro

Tradiciones, de Afro-Peruvian Jazz Orchestra

Trane's Delight, de Poncho Sanchez

Viento y Tiempo – Live at Blue Note Tokyo, de Gonzalo Rubalcaba & Aymée Nuviola



GOSPEL / MÚSICA CRISTÃ CONTEMPORÂNEA

MELHOR PERFORMANCE OU CANÇÃO (NO CASO DAS INÉDITAS) GOSPEL

Vencedora: Movin'On, de Jonathan McReynolds & Mali Music

(Composição: Darryl L. Howell, Jonathan Caleb McReynolds, Kortney Jamaal Pollard e Terrell Demetrius Wilson)

Come Together, de Rodney "Darkchild" Jerkins Presents: The Good News

(Composição: Lashawn Daniels, Rodney Jerkins, Lecrae Moore e Jazz Nixon)

Release (Live), de Ricky Dillard feat. Tiff Joy

(Composição: David Frazier)

Wonderful Is Your Name, de Melvin Crispell III

Won't Let Go, de Travis Greene

(Composição: Travis Greene)


MELHOR PERFORMANCE OU CANÇÃO (NO CASO DAS INÉDITAS) DE MÚSICA CRISTÃ CONTEMPORÂNEA (POP, RAP, HIP-HOP, LATINA OU ROCK CRISTÃO)

Vencedora: There Was Jesus, de Zach Williams e Dolly Parton

(Composição: Casey Beathard, Jonathan Smith e Zach Williams)

Famous For (I Believe), de Tauren Wells feat. Jenn Johnson

(Composição: Chuck Butler, Krissy Nordhoff, Jordan Sapp, Alexis Slifer e Tauren Wells)

Holy Water, de We The Kingdom

(Composição: Andrew Bergthold, Ed Cash, Franni Cash, Martin Cash e Scott Cash)

Sunday Morning, de Lecrae feat. Kirk Franklin

(Composição: Denisia Andrews, Jones Terrence Antonio, Saint Bodhi, Brittany Coney, Kirk Franklin, Lasanna Harris, Shama Joseph, Stuart Lowery, Lecrae Moore e Nathanael Saint-Fleur)

The Blessing (Live), de Kari Jobe, Cody Carnes e Elevation Worship

(Composição: Chris Brown, Cody Carnes, Kari Jobe Carnes e Steven Furtick)

MELHOR ÁLBUM GOSPEL (GOSPEL TRADICIONAL, CONTEMPORÂNEO OU R&B)

Vencedor: Gospel According to PJ, de PJ Morton

2econd Wind: Ready, de Anthony Brown & group therAPy

Choirmaster, de Ricky Dillard

Kierra, de Kierra Sheard

My Tribute, de Myron Butler

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA CRISTÃ CONTEMPORÂNEA (POP, RAP, HIP-HOP, LATINA OU ROCK CRISTÃO)

Vencedor: JESUS IS KING, de Kanye West

All of My Best Friends, de Hillsong Young & Free

Citizen of Heaven, de Tauren Wells

Holy Water, de We The Kingdom

Run to the Father, de Cody Carnes


MELHOR ÁLBUM GOSPEL DE RAIZ (GOSPEL TRADICIONAL/RAIZ, INCLUINDO COUNTRY, SOUTHERN GOSPEL, BLUEGRASS E AMERICANA)

Vencedor: Celebratin Fisk (The 150th Anniversary Album), de Fisk Jubilee Singers

20/20, de The Crabb Family

Beautiful Day, de Mark Bishop

Something Beautiful, de Ernie Haase & Signature Sound

What Christmas Really Means, de The Erwins


MÚSICA LATINA

MELHOR ÁLBUM DE POP OU URBAN LATINO

Vencedor: YHLQMDLG, de Bad Bunny

3:33, de Debi Nova

Mesa Para Dos, de Kany García

Pausa, de Ricky Martin

Por Primera Vez, de Camilo

MELHOR ÁLBUM DE ROCK OU ALTERNATIVO LATINO

Vencedor: La Conquista del Espacio, de Fito Paez

Aura, de Bajofondo

Miss Colombia, de Lido Pimienta

Monstruo, de Cami

Sobrevolando, de Cultura Profética


MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA REGIONAL MEXICANA (MÚSICA BANDA, NORTENHA, CORRIDO, GRUPERA, MARIACHI, RANCHERA E TEJANA)

Vencedor: Un Canto por México, Vol. 1, de Natalia Lafourcade

Ayayay!, de Christian Nodal

Bailando Sones y Huapangos con el Mariachi Sol de Mexico de José Hernández, de Mariachi Sol de Mexico de José Hernández

Hecho en México, de Alejandro Fernández

La Serenata, de Lupita Infante

MELHOR ÁLBUM LATINO TROPICAL

Vencedor: 40, de Grupo Niche

Infinito, de Edwin Bonilla

Memorias de Navidad, de Víctor Manuelle

Mi Tumbao, de José Alberto "El Ruiseñor"

Sigo Cantando al Amor (Deluxe), de Jorge Celedón e Sergio Luis Rodríguez



AMERICAN ROOTS MUSIC (MÚSICA DE RAIZ NORTE-AMERICANA)

MELHOR PERFORMANCE DE AMERICAN ROOTS (AMERICANA, BLUEGRASS, BLUES, FOLK OU MÚSICA REGIONAL)

Vencedora: I Remember Everything, de John Prine

Colors, de Black Pumas

Deep in Love, de Bonny Light Horseman

I'll Be Gone, de Norah Jones e Mavis Staples

Short and Sweet, de Brittany Howard


MELHOR CANÇÃO DE AMERICAN ROOTS (AMERICANA, BLUEGRASS, BLUES TRADICIONAL E CONTEMPORÂNEO, FOLK OU MÚSICA REGIONAL)

Vencedora: I Remember Everything

(Composição: Pat McLaughlin e John Prine | John Prine)

Cabin

(Composição: Laura Rogers e Lydia Rogers | The Secret Sisters)

Ceiling to the Floor

(Composição: Sierra Hull e Kai Welch | Sierra Hull)

Hometown

(Composição: Sarah Jarosz | Sarah Jarosz)

Man Without a Soul

(Composição: Tom Overby e Lucinda Williams | Lucinda Williams)


MELHOR ÁLBUM DE AMERICANA (MESCLA DE FOLK, COUNTRY, ROCK E R&B)

Vencedor: World on the Ground, de Sarah Jarosz

El Dorado, de Marcus King

Good Souls Better Angels, de Lucinda Williams

Old Flowers, de Courtney Marie Andrews

Terms of Surrender, de Hiss Golden Messenger


MELHOR ÁLBUM DE BLUEGRASS (RAIZ DO COUNTRY, MISTURA MÚSICA TRADICIONAL BRITÂNICA/IRLANDESA E MÚSICA APALACHE COM BLUES E JAZZ)

Vencedor: Home, de Billy Strings

Man on Fire, de Danny Barnes

North Carolina Songbook, de Steep Canyon Rangers

The John Hartford Fiddle Tune Project, Vol. 1, com vários artistas

To Live in Two Worlds, Vol. 1, de Thomm Jutz


MELHOR ÁLBUM DE BLUES TRADICIONAL

Vencedor: Rawer Than Raw, de Bobby Rush

All My Dues Are Paid, de Frank Bey

Cypress Grove, de Jimmy "Duck" Holmes

That's What I Heard, de Robert Cray Band

You Make Me Feel, de Don Bryant


MELHOR ÁLBUM DE BLUES CONTEMPORÂNEO

Vencedor: Have You Lost Your Mind Yet?, de Fantastic Negrito

Blackbirds, de Bettye LaVette

Live at the Paramount, de Ruthie Foster Big Band

The Juice, de G. Love

Up and Rolling, de North Mississippi Allstars


MELHOR ÁLBUM FOLK

Vencedor: All the Good Times, de Gillian Welch e David Rawlings

Bonny Light Horseman, de Bonny Light Horseman

Saturn Return, de The Secret Sisters

Song For Our Daughter, de Laura Marling

Thanks for the Dance, de Leonard Cohen


MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA REGIONAL (MÚSICA HAVAIANA, MÚSICA NATIVA-AMERICANA, CAJUN, ZYDECO, POLKA, ENTRE OUTROS RITMOS REGIONAIS)

Vencedor: Atmosphere, de New Orleans Nightcrawlers

A Tribute to Al Berard, de Sweet Cecilia

Cameron Dupuy and The Cajun Troubadours, de Cameron Dupuy and The Cajun Troubadours

Lovely Sunrise, de Nā Wai ʽEhā

My Relatives "Nikso Kowaiks", de Black Lodge Singers


REGGAE

MELHOR ÁLBUM DE REGGAE

Vencedor: Got to Be Tough, de Toots & The Maytals

Higher Place, de Skip Marley

It All Comes Back to Love, de Maxi Priest

One World, de The Wailers

Upside Down 2020, de Buju Banton


GLOBAL MUSIC (GÊNEROS E RITMOS DE OUTROS PAÍSES)

MELHOR ÁLBUM DE GLOBAL MUSIC

Vencedor: Twice as Tall, de Burna Boy

Agora, de Bebel Gilberto

Amadjar, de Tinariwen

Fu Chronicles, de Antibalas

Love Letters, de Anoushka Shankar


INFANTIL

MELHOR ÁLBUM INFANTIL

Vencedor: All the Ladies, de Joanie Leeds

Be a Pain: An Album For Young (and Old) Leaders, de Alastair Moock and Friends

I'm an Optimist, de Dog On Fleas

Songs For Singin', de The Okee Dokee Brothers

Wild Life, de Justin Roberts


SPOKEN WORD (RECITAÇÃO)

MELHOR ÁLBUM FALADO (POESIA, AUDIO BOOKS E NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS)

Vencedor: Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth, de Rachel Maddow

Acid For the Children: A Memoir, de Flea

Alex Trebek – The Answer Is..., de Ken Jennings

Catch and Kill, de Ronan Farrow

Charlotte's Web, de Meryl Streep (e todo elenco)


COMÉDIA

MELHOR ÁLBUM DE COMÉDIA

Vencedor: Black Mitzvah, de Tiffany Haddish

23 Hours to Kill, de Jerry Seinfeld

I Love Everything, de Patton Oswalt

Paper Tiger, de Bill Burr

The Pale Tourist, de Jim Gaffigan


TEATRO MUSICAL

MELHOR ÁLBUM DE TEATRO MUSICAL

Vencedor: Jagged Little Pill

(Solistas Principais: Kathryn Gallagher, Celia Rose Gooding, Lauren Patten e Elizabeth Stanley | Produção: Neal Avron, Pete Ganbarg, Tom Kitt, Michael Parker, Craig Rosen e Vivek J. Tiwary | Letra: Glen Ballard e Alanis Morissette | Elenco original da Broadway)

Amélie

(Solistas Principais: Audrey Brisson, Chris Jared, Caolan McCarthy e Jez Unwin | Produção: Michael Fentiman, Sean Patrick Flahaven, Barnaby Race e Nathan Tysen | Letra: Nathan Tysen | Composição e letra: Daniel Messe | Elenco original de Londres)

American Utopia on Broadway

(Solista Principal: David Byrne | Produção: David Byrne | Letra e composição: David Byrne | Elenco original)

Little Shop of Horrors

(Solistas Principais: Tammy Blanchard, Jonathan Groff e Tom Alan Robbins | Produção: Will Van Dyke, Michael Mayer, Alan Menken e Frank Wolf | Composição: Alan Menken | Letra: Howard Ashman | Elenco da nova montagem Off-Broadway)

Soft Power

(Solistas Principais: Francis Jue, Austin Ku, Alyse Alan Louis e Conrad Ricamora | Produção: Matt Stine | Letra: David Henry Hwang | Letra e composição: Jeanine Tesori | Elenco original) The Prince of Egypt

(Solistas Principais: Christine Allado, Luke Brady, Alexia Khadime e Liam Tamne | Produção: Dominick Amendum e Stephen Schwartz | Letra e composição: Stephen Schwartz | Elenco original)


MÚSICA PARA MÍDIA VISUAL

MELHOR COMPILAÇÃO DE TRILHA SONORA PARA MÍDIA VISUAL (SELEÇÃO MUSICAL PARA ÁLBUM DE TRILHA SONORA)

Vencedora: Jojo Rabbit (Original Motion Picture Soundtrack), com vários artistas (Jojo Rabbit)

A Beautiful Day in the Neighborhood (Original Motion Picture Soundtrack), com vários artistas (Um Lindo Dia na Vizinhança)

Bill & Ted Face The Music (Original Motion Picture Soundtrack), com vários artistas (Bill & Ted: Encare a Música)

Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga (Music from the Netflix Film), com vários artistas (Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars)

Frozen 2 (Original Motion Picture Soundtrack), com vários artistas (Frozen II)

MELHOR TRILHA SONORA INCIDENTAL PARA MÍDIA VISUAL (ORIGINAL)

Vencedora: Coringa

(Composição: Hildur Guðnadóttir)

1917

(Composição: Thomas Newman)

Ad Astra: Rumo às Estrelas

(Composição: Max Richter)

Minha História

(Composição: Kamasi Washington)

Star Wars: A Ascensão Skywalker

(Composição: John Williams)


MELHOR CANÇÃO ESCRITA PARA MÍDIA VISUAL

Vencedora: No Time to Die

(Composição: Billie Eilish O'Connell e Finneas Baird O'Connell | Billie Eilish | Faixa de 007 – Sem Tempo Para Morrer)

Beautiful Ghosts

(Composição: Andrew Lloyd Webber e Taylor Swift | Taylor Swift | Faixa de Cats)

Carried Me With You

(Composição: Brandi Carlile, Phil Hanseroth e Tim Hanseroth | Brandi Carlile | Faixa de Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica)

Into the Unknown

(Composição: Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez | Idina Menzel e AURORA | Faixa de Frozen II)

Stand Up

(Composição: Joshuah Brian Campbell e Cynthia Erivo | Cynthia Erivo | Faixa de Harriet)


COMPOSIÇÃO E ARRANJO

MELHOR COMPOSIÇÃO INSTRUMENTAL (ORIGINAL)

Vencedora: Sputnik

(Composição: Maria Schneider | Maria Schneider)

Baby Jack

(Composição: Arturo O'Farrill | Arturo O'Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra)

Be Water II

(Composição: Christian Sands | Christian Sands)

Plumfield

(Composição: Alexandre Desplat | Alexandre Desplat para a trilha sonora de Adoráveis Mulheres, de 2019)

Strata

(Composição: Remy Le Boeuf | Remy Le Boeuf's Assembly Of Shadows feat. Anna Webber e Eric Miller)


MELHOR ARRANJO INSTRUMENTAL OU A CAPPELLA

Vencedor: Donna Lee

(Arranjo: John Beasley | John Beasley)

Bathroom Dance

(Arranjo: Hildur Guðnadóttir | Hildur Guðnadóttir para a trilha sonora de Coringa)

Honeymooners

(Arranjo: Remy Le Boeuf | Remy Le Boeuf's Assembly Of Shadows)

Lift Every Voice and Sing

(Arranjo: Alvin Chea e Jarrett Johnson | Jarrett Johnson feat. Alvin Chea)

Uranus: The Magician

(Arranjo: Jeremy Levy | Jeremy Levy Jazz Orchestra)


MELHOR ARRANJO DE INSTRUMENTOS E VOCAIS

Vencedor: He Won't Hold You

(Arranjo: Jacob Collier | Jacob Collier feat. Rapsody)

Asas Fechadas

(Arranjo: John Beasley e Maria Mendes | Maria Mendes feat. John Beasley & Orkest Metropole)

Desert Song

(Arranjo: Erin Bentlage, Sara Gazarek, Johnaye Kendrick e Amanda Taylor | Säje)

From This Place

(Arranjo: Alan Broadbent e Pat Metheny | Pat Metheny feat. Meshell Ndegeocello)

Slow Burn

(Arranjo: Talia Billig, Nic Hard e Becca Stevens | Becca Stevens feat. Jacob Collier, Mark Lettieri, Justin Stanton, Jordan Perlson, Nic Hard, Keita Ogawa, Marcelo Woloski e Nate Werth)


ARTE DE ÁLBUM

MELHOR ARTE DE ÁLBUM / CAPA

Vencedora: Vols. 11 & 12

(Direção de Arte: Doug Cunningham e Jason Noto | Desert Sessions)

Everyday Life

(Direção de Arte: Pilar Zeta | Coldplay)

Funeral

(Direção de Arte: Kyle Goen | Lil Wayne)

Healer

(Direção de Arte: Julian Gross e Hannah Hooper | Grouplove)

On Circles

(Direção de Arte: Jordan Butcher | Caspian)

MELHOR ARTE DE BOX OU EDIÇÃO ESPECIAL LIMITADA

Vencedora: Ode to Joy

(Direção de Arte: Lawrence Azerrad e Jeff Tweedy | Wilco)

Flaming Pie (Collector's Edition)

(Direção de Arte: Linn Wie Andersen, Simon Earith, Paul McCartney e James Musgrave | Paul McCartney)

Giants Stadium 1987, 1989, 1991

(Direção de Arte: Lisa Glines e Doran Tyson | Grateful Dead)

MODE

(Direção de Arte: Jeff Schulz | Depeche Mode)

The Story of Ghostly International

(Direção de Arte: Michael Cina e Molly Smith | Vários artistas)


ENCARTE

MELHOR ENCARTE (MELHORES NOTAS DE ÁLBUM)

Vencedor: Dead Man's Pop

(Texto de Encarte / Notas: Bob Mehr | The Replacements)

At the Minstrel Show: Minstrel Routines From the Studio, 1894-1926

(Texto de Encarte / Notas: Tim Brooks | Vários artistas)

Out of a Clear Blue Sky

(Texto de Encarte / Notas: David Sager | Nat Brusiloff)

The Bakersfield Sound: Country Music Capital of the West, 1940-1974

(Texto de Encarte / Notas: Scott B. Bomar | Vários artistas)

The Missing Link: How Gus Haenschen Got Us From Joplin to Jazz and Shaped the Music Business

(Texto de Encarte / Notas: Colin Hancock | Vários artistas)

HISTÓRICO

MELHOR ÁLBUM HISTÓRICO

Vencedor: It's Such a Good Feeling: The Best of Mister Rogers

(Produção da Compilação: Lee Lodyga e Cheryl Pawelski | Masterização: Michael Graves | Mister Rogers)

1999 Super Deluxe Edition

(Produção da Compilação: Michael Howe | Masterização: Bernie Grundman | Prince)

Celebrated, 1895-1896

(Produção da Compilação: Meagan Hennessey e Richard Martin | Masterização: Richard Martin | Unique Quartette)

Hittin' the Ramp: The Early Years (1936-1943)

(Produção da Compilação: Zev Feldman, Will Friedwald e George Klabin | Masterização: Matthew Lutthans | Nat King Cole)

Souvenir

(Produção da Compilação: Carolyn Agger | Masterização: Miles Showell | Orchestral Manoeuvres In The Dark)

Throw Down Your Heart: The Complete Africa Sessions

(Produção da Compilação: Béla Fleck | Masterização: Richard Dodd | Béla Fleck)


PRODUÇÃO NÃO-CLÁSSICA

MELHOR ENGENHARIA DE SOM DE ÁLBUM NÃO-CLÁSSICO

Vencedor: Hyperspace

(Engenharia de Som: Drew Brown, Andrew Coleman, Shawn Everett, Serban Ghenea, David Greenbaum, Jaycen Joshua e Mike Larson | Masterização: Randy Merrill | Beck)

25 Trips

(Engenharia de Som: Shani Gandhi e Gary Paczosa | Masterização: Adam Grover | Sierra Hull)

Black Hole Rainbow

(Engenharia de Som: Shawn Everett e Ivan Wayman | Masterização: Bob Ludwig | Devon Gilfillian)

Expectations

(Engenharia de Som: Gary Paczosa e Mike Robinson | Masterização: Paul Blakemore | Katie Pruitt)

Jaime

(Engenharia de Som: Shawn Everett | Masterização: Shawn Everett | Brittany Howard)


PRODUTOR DO ANO DE MÚSICA NÃO-CLÁSSICA

Vencedor: Andrew Watt

(Single: Midnight Sky, de Miley Cyrus | Faixas: Break My Heart, de Dua Lipa; Me And My Guitar, de A Boogie Wit Da Hoodie; Old Me, de 5 Seconds Of Summer; Ordinary Man, de Ozzy Osbourne feat. Elton John; Take What You Want, Post Malone feat. Ozzy Osbourne e Travis Scott; e Under The Graveyard, de Ozzy Osbourne)

​> Dan Auerbach

(Álbuns: Cypress Grove, de Jimmy "Duck" Holmes; El Dorado, de Marcus King; Is Thomas Callaway, de CeeLo Green; Singing For My Supper, de Early James; Solid Gold Sounds, de Kendell Marvel; e Years, de John Anderson)

> Dave Cobb

(Álbuns: The Balladeer, de Lori McKenna; Boneshaker, de Airbourne; Down Home Christmas, de Oak Ridge Boys; The Highwomen, de The Highwomen; e Reunions, de Jason Isbell and the 400 Unit | Singles: Backbone, de Kaleo; de I Remember Everything, de John Prine; The Spark, de William Prince; e You're Still The One, de Teddy Swims)

> Jack Antonoff

(Álbum: Gaslighter, de The Chicks | Single: Together, de Sia | Faixas: august, mirrorball e this is me trying, de Taylor Swift; e holy terrain, de FKA Twigs feat. Future)

> Flying Lotus

(Álbum: It Is What It Is, de Thundercat)


MELHOR GRAVAÇÃO REMIXADA

Vencedora: Roses (Imanbek Remix)

(Remixagem: Imanbek Zeikenov | SAINt JHN)

Do You Ever (RAC Mix)

(Remixagem: RAC | Phil Good)

Imaginary Friends (Morgan Page Remix)

(Remixagem: Morgan Page | Deadmau5)

Praying For You (Louie Vega Main Remix)

(Remixagem: Louie Vega | Jasper Street Co.)

Young & Alive (Bazzi vs. Haywyre Remix)

(Remixagem: Haywyre | Bazzi)



PRODUÇÃO EM SOM SURROUND

MELHOR ÁLBUM DE ÁUDIO IMERSIVO

Devido à pandemia de Covid-19, o Comitê de Criação da categoria de Melhor Álbum de Áudio Imersivo não pôde se reunir. O julgamento das inscrições nesta categoria foi adiado até que eles possam se reunir de forma adequada para julgar os diversos formatos e configurações das inscrições e que seja segura para os membros da comissão. As indicações para o 63º GRAMMYs serão anunciadas no próximo ano, além (e separadamente) das indicações para o 64º GRAMMY na categoria.

PRODUÇÃO CLÁSSICA

MELHOR ENGENHARIA DE SOM DE ÁLBUM CLÁSSICO

Vencedor: Shostakovich: Symphony No. 13, 'Babi Yar'

(Engenharia de Som: David Frost e Charlie Post | Masterização: Silas Brown | Riccardo Muti e Chicago Symphony Orchestra)

Danielpour: The Passion of Yeshua

(Engenharia de Som: Bernd Gottinger | JoAnn Falletta, James K. Bass, Adam Luebke, UCLA Chamber Singers, Buffalo Philharmonic Orchestra e Buffalo Philharmonic Chorus)

Gershwin: Porgy and Bess

(Engenharia de Som: David Frost e John Kerswell | Masterização: Silas Brown | David Robertson, Eric Owens, Angel Blue e Metropolitan Opera Orchestra & Chorus)

Hynes: Fields

(Engenharia de Som: Kyle Pyke | Masterização: Jesse Lewis e Kyle Pyke | Devonté Hynes e Third Coast Percussion)

Ives: Complete Symphonies

(Engenharia de Som: Alexander Lipay e Dmitriy Lipay | Masterização: Alexander Lipay e Dmitriy Lipay | Gustavo Dudamel e Los Angeles Philharmonic)


PRODUTOR DO ANO DE MÚSICA CLÁSSICA

Vencedor: David Frost

(Beethoven: Piano Sonatas, Vol. 9, de Jonathan Biss | Gershwin: Porgy and Bess, de David Robertson, Eric Owens, Angel Blue e Metropolitan Opera Orchestra & Chorus | Gluck: Orphée & Eurydice, de Harry Bicket, Dmitry Korchak, Andriana Chuchman, Lauren Snouffer e Lyric Opera Of Chicago Orchestra & Chorus | Holst: The Planets; The Perfect Fool, de Michael Stern e Kansas City Symphony | Muhly: Marnie, de Robert Spano, Isabel Leonard, Christopher Maltman, Denyce Graves, Iestyn Davies, Janis Kelly e Metropolitan Opera Orchestra & Chorus | Schubert: Piano Sonatas, D. 845, D. 894, D. 958, D. 960, de Shai Wosner | Shostakovich: Symphony No. 13, 'Babi Yar', de Riccardo Muti, Alexey Tikhomirov e Chicago Symphony Orchestra & Chorus)

> Blanton Alspaugh

(Aspects of America – Pulitzer Edition, de Carlos Kalmar e Oregon Symphony | Blessed Art Thou Among Women, de Peter Jermihov, Katya Lukianov e PaTRAM Institute Singers | Dvořák: Symphony No. 9; Copland: Billy The Kid, de Gianandrea Noseda e National Symphony Orchestra | Glass: The Fall of the House of Usher, de Joseph Li, Nicholas Nestorak, Madison Leonard, Jonas Hacker, Ben Edquist, Matthew Adam Fleisher e Wolf Trap Opera | Kahane: Emergency Shelter Intake Form, de Alicia Hall Moran, Gabriel Kahane, Carlos Kalmar e Oregon Symphony | Kastalsky: Requiem, de Leonard Slatkin, Steven Fox, Benedict Sheehan, Charles Bruffy, Cathedral Choral Society, The Clarion Choir, The Saint Tikhon Choir, Kansas City Chorale e Orchestra of St. Luke's | Massenet: Thaïs, de Andrew Davis, Joshua Hopkins, Andrew Staples, Erin Wall, Toronto Mendelssohn Choir e Toronto Symphony Orchestra | Smyth: The Prison, de Sarah Brailey, Dashon Burton, James Blachly e Experiential Orchestra | Woolf, L.P.: Fire and Flood, de Julian Wachner, Matt Haimovitz e Choir of Trinity Wall Street)

> Dmitriy Lipay

(Adams, J.: Must the Devil Have All the Good Tunes?, de Yuja Wang, Gustavo Dudamel e Los Angeles Philharmonic | Cipullo: The Parting, de Alastair Willis, Laura Strickling, Catherine Cook, Michael Mayes e Music of Remembrance | Ives: Complete Symphonies e LA Phil 100 - The Los Angeles Philharmonic Centennial Birthday Gala, de Gustavo Dudamel e Los Angeles Philharmonic | Langgaard: Prelude to Antichrist; Strauss: An Alpine Symphony e Nielsen: Symphony No. 1 & Symphony No. 2, 'The Four Temperaments', de Thomas Dausgaard e Seattle Symphony Orchestra)

> Elaine Martone

(Bound For The Promised Land, de Robert M. Franklin, Steven Darsey, Jessye Norman e Taylor Branch | Dawn, de Shachar Israel | Gandolfi, Prior & Oliverio: Orchestral Works, de Robert Spano e Atlanta Symphony Orchestra | Singing In The Dead Of Night, de Eighth Blackbird | Whitacre: The Sacred Veil, de Eric Whitacre, Grant Gershon e Los Angeles Master Chorale)

> Jesse Lewis

(Gunn: The Ascendant, de Roomful Of Teeth | Harrison, M.: Just Constellations, de Roomful of Teeth | Her Own Wings, de Willamette Valley Chamber Music Festival | Hynes: Fields, de Devonté Hynes e Third Coast Percussion | Lang, D.: Love Fail, de Beth Willer e Lorelei Ensemble | Mazzoli: Proving Up, de Christopher Rountree, Opera Omaha e International Contemporary Ensemble | Sharlat: Spare The Rod!, de NOW Ensemble | Soul House, de Hub New Music | Wherein Lies The Good, de The Westerlies)


CLÁSSICA

MELHOR PERFORMANCE ORQUESTRAL

Vencedora: Ives: Complete Symphonies

(Maestro: Gustavo Dudamel | Los Angeles Philharmonic)

Aspects of America – Pulitzer Edition

(Maestro: Carlos Kalmar | Oregon Symphony)

Concurrence

(Maestro: Daníel Bjarnason | Iceland Symphony Orchestra)

Copland: Symphony No. 3

(Maestro: Michael Tilson Thomas | San Francisco Symphony)

Lutosławski: Symphonies Nos. 2 & 3

(Maestro: Hannu Lintu | Finnish Radio Symphony Orchestra)


MELHOR GRAVAÇÃO DE ÓPERA

Vencedora: Gershwin: Porgy and Bess

(Maestro: David Robertson | Principais Solistas: Angel Blue e Eric Owens | Produção: David Frost | The Metropolitan Opera Orchestra + The Metropolitan Opera Chorus)

Dello Joio: The Trial at Rouen

(Maestro: Gil Rose | Principais Solistas: Heather Buck e Stephen Powell | Produção: Gil Rose | Boston Modern Orchestra Project + Odyssey Opera Chorus)

Floyd, C.: Prince of Players

(Maestro: William Boggs | Principais Solistas: Keith Phares e Kate Royal | Produção: Blanton Alspaugh | Milwaukee Symphony Orchestra + Florentine Opera Chorus)

Handel: Agrippina

(Maestro: Maxim Emelyanychev | Principal Solista: Joyce DiDonato | Produção: Daniel Zalay | Il Pomo D'Oro)

Zemlinsky: Der Zwerg

(Maestro: Donald Runnicles | Principais Solistas: David Butt Philip e Elena Tsallagova | Produção: Peter Ghirardini e Erwin Stürze | Orchestra Of The Deutsche Oper Berlin + Chorus Of The Deutsche Oper Berlin)


MELHOR PERFORMANCE DE CORAL

Vencedora: Danielpour: The Passion of Yeshua

(Maestra: JoAnn Falletta | Diretores de coral: James K. Bass e Adam Luebke | James K. Bass, J'Nai Bridges, Timothy Fallon, Kenneth Overton, Hila Plitmann e Matthew Worth + Buffalo Philharmonic Orchestra + Buffalo Philharmonic Chorus e UCLA Chamber Singers)

Carthage

(Maestro: Donald Nally | The Crossing)

Kastalsky: Requiem

(Maestro: Leonard Slatkin | Diretores de coral: Charles Bruffy, Steven Fox e Benedict Sheehan | Joseph Charles Beutel e Anna Dennis + Orchestra Of St. Luke's + Cathedral Choral Society, The Clarion Choir, Kansas City Chorale e The Saint Tikhon Choir)

Moravec: Sanctuary Road

(Maestro: Kent Tritle | Joshua Blue, Raehann Bryce-Davis, Dashon Burton, Malcolm J. Merriweather e Laquita Mitchell + Oratorio Society Of New York Orchestra + Oratorio Society Of New York Chorus)

Once Upon a Time

(Maestro: Matthew Guard | Sarah Walker + Skylark Vocal Ensemble)


MELHOR PERFORMANCE DE MÚSICA DE CÂMARA / PEQUENO GRUPO INSTRUMENTAL (ATÉ 24 MÚSICOS)

Vencedora: Contemporary Voices

(Pacifica Quartet)

Healing Modes

(Brooklyn Rider)

Hearne, T.: Place

(Ted Hearne, Steven Bradshaw, Sophia Byrd, Josephine Lee, Isaiah Robinson, Sol Ruiz, Ayanna Woods e Place Orchestra)

Hynes: Fields

(Devonté Hynes e Third Coast Percussion)

The Schumann Quartets

(Dover Quartet)

MELHOR SOLO INSTRUMENTAL CLÁSSICO

Vencedor: Theofanidis: Concerto for Viola and Chamber Orchestra

(Musicista: Richard O'Neill | Maestro: David Alan Miller | Albany Symphony)

Adès: Concerto for Piano and Orchestra

(Músico: Kirill Gerstein | Maestro: Thomas Adès | Boston Symphony Orchestra)

Beethoven: Complete Piano Sonatas

(Músico: Igor Levit)

Bohemian Tales

(Músico: Augustin Hadelich | Maestro: Jakub Hrůša | Charles Owen + Symphonieorchester Des Bayerischen Rundfunks)

Destination Rachmaninov – Arrival

(Músico: Daniil Trifono | Maestro: Yannick Nézet-Séguin | The Philadelphia Orchestra)


MELHOR ÁLBUM DE SOLO VOCAL CLÁSSICO

Vencedor: Smyth: The Prison

(Cantores: Sarah Brailey e Dashon Burton | Maestro: James Blachly | Experiential Chorus + Experiential Orchestra)

American Composers at Play – William Bolcom, Ricky Ian Gordon, Lori Laitman, John Musto

(Cantor: Stephen Powell | Attacca Quartet, William Bolcom, Ricky Ian Gordon, Lori Laitman, John Musto, Charles Neidich e Jason Vieaux)

Clairières – Songs by Lili & Nadia Boulanger

(Cantor: Nicholas Phan | Acompanhamento musical: Myra Huang)

Farinelli

(Cantora: Cecilia Bartoli | Maestro: Giovanni Antonini | Il Giardino Armonico)

A Lad's Love

(Cantor: Brian Giebler | Acompanhamento musical: Steven McGhee | Katie Hyun, Michael Katz, Jessica Meyer, Reginald Mobley e Ben Russell)


MELHOR COMPÊNDIO DE MÚSICA CLÁSSICA

Vencedor: Thomas, M.T.: From the Diary of Anne Frank & Meditations on Rilke

(Isabel Leonard | Maestro: Michael Tilson Thomas | Produção: Jack Vad)

Adès Conducts Adès

(Mark Stone e Christianne Stotijn | Maestro: Thomas Adès | Produção: Nick Squire)

Saariaho: Graal Théâtre; Circle Map; Neiges, Vers Toi Qui Es Si Loin

(Maestro: Clément Mao-Takacs | Produção: Hans Kipfer)

Serebrier: Symphony Bach Variations; Laments and Hallelujahs; Flute Concerto

(Maestro: José Serebrier | Produção: Jens Braun)

Woolf, L.P.: Fire and Flood

(Matt Haimovitz | Maestro: Julian Wachner | Produção: Blanton Alspaugh)

MELHOR COMPOSIÇÃO CLÁSSICA CONTEMPORÂNEA

Vencedora: Rouse: Symphone No. 5

(Composição: Christopher Rouse | Giancarlo Guerrero e Nashville Symphony)

Adès: Concerto for Piano and Orchestra

(Composição: Thomas Adès | Kirill Gerstein, Thomas Adès e Boston Symphony Orchestra)

Danielpour: The Passion of Yeshua

(Composição: Richard Danielpour | JoAnn Falletta, James K. Bass, Adam Luebke, UCLA Chamber Singers, Buffalo Philharmonic Orchestra e Buffalo Philharmonic Chorus)

Floyd, C.: Prince of Players

(Composição: Carlisle Floyd | William Boggs, Kate Royal, Keith Phares, Florentine Opera Chorus e Milwaukee Symphony Orchestra)

Hearne, T.: Place

(Composição: Ted Hearne | Ted Hearne, Steven Bradshaw, Sophia Byrd, Josephine Lee, Isaiah Robinson, Sol Ruiz, Ayanna Woods e Place Orchestra)


VÍDEO E FILME MUSICAL

MELHOR VIDEOCLIPE

Vencedor: BROWN SKIN GIRL, de Beyoncé

(Direção: Beyoncé Knowles-Carter e Jenn Nkiru | Produção: Lauren Baker, Astrid Edwards, Nathan Scherrer e Erinn Williams)

Adore You, de Harry Styles

(Direção: Dave Meyers | Produção: Nathan Scherrer)

Goliath, de Woodkid