• Nayara Reynaud

BAFTA 2021 | Veja os vencedores e a lista completa de indicados ao prêmio britânico

Atualizado: há 2 horas


BAFTA 2021 | Foto: Divulgação

Neste ano, o BAFTA não só foi diferente pela necessidade de reunir os indicados remotamente, mas pela realização, ao longo deste final de semana, da grande premiação do cinema britânico embora não se detenha a agraciar apenas as produções e profissionais do Reino Unido. Com o pré-show do sábado (10) dedicado à maior parte das categorias técnicas e o evento principal no domingo (11) – ambos com transmissão local da rede BBC, mas sem exibição no Brasil –, o filme norte-americano Nomadland (2020), de Chloé Zhao, saiu como o maior vencedor desta edição, com quatro prêmios. Tendo recebido as mesmas sete indicações, o longa inglês Rocks (2019), de Sarah Gavron, ficou com duas estatuetas, quantidade compartilhada por várias produções: Bela Vingança / Promising Young Woman (2020), Meu Pai / The Father (2020), A Voz Suprema do Blues (2020), O Som do Silêncio / Sound of Metal (2020) e Soul (2020).


Veja abaixo os nomes de todos os vencedores e a lista completa de indicados ao BAFTA 2021:

MELHOR FILME

Vencedor: Nomadland

(Produção: Mollye Asher, Dan Janvey, Frances McDormand, Peter Spears e Chloé Zhao)

Bela Vingança / Promising Young Woman

(Produção: Ben Browning, Emerald Fennell, Ashley Fox e Josey McNamara)

Meu Pai / The Father

(Produção: Philippe Carcassonne, Jean-Louis Livi e David Parfitt)

Os 7 de Chicago

(Produção: Stuart Besser e Marc Platt)

The Mauritanian

(Produção: Adam Ackland, Leah Clarke, Beatriz Levin e Lloyd Levin)


MELHOR FILME BRITÂNICO

Vencedor: Bela Vingança / Promising Young Woman

(Produção: Ben Browning, Emerald Fennell, Ashley Fox e Josey McNamara)

A Escavação

(Produção: Simon Stone, Gabrielle Tana e Moira Buffini)

Calm with Horses

(Produção: Nick Rowland, Daniel Emmerson e Joe Murtagh)

Limbo

(Produção: Ben Sharrock, Irune Gurtubai e Angus Lamont)

Meu Pai / The Father

(Produção: Philippe Carcassonne, Jean-Louis Livi e David Parfitt)

Mogul Mowgli

(Produção: Bassam Tariq, Riz Ahmed, Thomas Benski e Bennett McGhee)

O que Ficou Para Trás / His House

(Produção: Remi Weekes, Martin Gentles, Edward King e Roy Lee)

Rocks

(Produção: Sarah Gavron, Ameenah Ayub Allen, Faye Ward, Theresa Ikoko e Claire Wilson)

Saint Maud

(Produção: Rose Glass, Andrea Cornwell e Oliver Kassman)

The Mauritanian

(Produção: Adam Ackland, Leah Clarke, Beatriz Levin e Lloyd Levin)


MELHOR DIREÇÃO

Vencedora: Chloé Zhao, por Nomadland

Jasmila Žbanić, por Quo Vadis, Aida?

Lee Isaac Chung, por Minari – Em Busca da Felicidade

Sarah Gavron, por Rocks

Shannon Murphy, por Dente de Leite / Babyteeth

Thomas Vinterberg, por Druk – Mais Uma Rodada

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Vencedora: Emerald Fennell, por Bela Vingança / Promising Young Woman

Aaron Sorkin, por Os 7 de Chicago

Jack Fincher, por Mank

Theresa Ikoko e Claire Wilson, por Rocks

Tobias Lindholm e Thomas Vinterberg, por Druk – Mais Uma Rodada


MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Vencedores: Christopher Hampton e Florian Zeller, por Meu Pai / The Father

Chloé Zhao, por Nomadland

Moira Buffini, por A Escavação

Ramin Bahrani, por O Tigre Branco

Rory Haines, Sohrab Noshirvani e M.B. Traven, por The Mauritanian


MELHOR ESTREIA DE UM ROTEIRISTA, DIRETOR OU PRODUTOR BRITÂNICO

Vencedor: Remi Weekes (roteirista / diretor), por O que Ficou Para Trás / His House

Ben Sharrock (roteirista / diretor) e Irune Gurtubai (produtor) [também produzido por Angus Lamont], por Limbo

Jack Sidey (roteirista / diretor) [também escrito por Oliver Hermanus e produzido por Eric Abraham], por Moffie

Rose Glass (roteirista / diretor) e Oliver Kassman (produtor) [também produzido por Andrea Cornwell], por Saint Maud

Theresa Ikoko e Claire Wilson (roteiristas), por Rocks


MELHOR ATRIZ PRINCIPAL

Vencedora: Frances McDormand, por Nomadland

Alfre Woodard, por Clemência

Bukky Bakray, por Rocks

Radha Blank, por The Forty-Year-Old Version

Vanessa Kirby, por Pieces of a Woman

Wunmi Mosaku, por O que Ficou Para Trás / His House


MELHOR ATOR

Vencedor: Anthony Hopkins, por Meu Pai / The Father

Adarsh Gourav, por O Tigre Branco

Chadwick Boseman, por A Voz Suprema do Blues

Mads Mikkelsen, por Druk – Mais Uma Rodada

Riz Ahmed, por O Som do Silêncio / Sound of Metal

Tahar Rahim, por The Mauritanian


MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Vencedora: Yuh-Jung Youn (Youn Yuh-Jung), por Minari – Em Busca da Felicidade

Ashley Madekwe, por County Lines

Dominique Fishback, por Judas e o Messias Negro

Kosar Ali, por Rocks

Maria Bakalova, por Borat: Fita de Cinema Seguinte

Niamh Algar, por Calm with Horses


MELHOR ATOR COADJUVANTE

Vencedor: Daniel Kaluuya, por Judas e o Messias Negro

Alan Kim, por Minari – Em Busca da Felicidade

Barry Keoghan, por Calm with Horses

Clarke Peters, por Destacamento Blood

Leslie Odom Jr., por Uma Noite em Miami

Paul Raci, por O Som do Silêncio / Sound of Metal


EE RISING STAR AWARD (PRÊMIO ESTRELA EM ASCENSÃO)

Vencedora: Bukky Bakray

Conrad Khan

Kingsley Ben-Adir

Morfydd Clark

Ṣọpẹ Dìrísù


MELHOR CASTING (DIREÇÃO DE ELENCO)

Vencedora: Lucy Pardee, por Rocks

Alexa L. Fogel, por Judas e o Messias Negro

Julia Kim, por Minari – Em Busca da Felicidade

Lindsay Graham Ahanonu e Mary Vernieu, por Bela Vingança / Promising Young Woman

Shaheen Baig, por Calm with Horses


MELHOR FOTOGRAFIA

Vencedor: Joshua James Richards, por Nomadland

Alwin H. Küchler, por The Mauritanian

Dariusz Wolski, por Relatos do Mundo

Erik Messerschmidt, por Mank

Sean Bobbitt, por Judas e o Messias Negro


MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO (DIREÇÃO DE ARTE)

Vencedores: Donald Graham Burt e Jan Pascale, por Mank

David Crank e Elizabeth Keenan, por Relatos do Mundo

Maria Djurkovic e Tatiana Macdonald, por A Escavação

Peter Francis e Cathy Featherstone, por Meu Pai / The Father

Sarah Greenwood e Katie Spencer, por Rebecca – A Mulher Inesquecível


MELHOR FIGURINO

Vencedora: Ann Roth, por A Voz Suprema do Blues

Alexandra Byrne, por Emma.

Alice Babidge, por A Escavação

Michael O'Connor, por Ammonite

Trish Summerville, por Mank


MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADO

Vencedores: Matiki Anoff, Larry M. Cherry, Sergio Lopez-Rivera e Mia Neal, por A Voz Suprema do Blues

Jenny Shircore, por A Escavação

Kimberley Spiteri e Gigi Williams, por Mank

Mark Coulier, por Pinóquio

Patricia Dehaney, Eryn Krueger Mekash e Matthew Mungle, por Era uma Vez um Sonho


MELHOR MONTAGEM (EDIÇÃO)

Vencedor: Mikkel E. G. Nielsen, por O Som do Silêncio / Sound of Metal

Alan Baumgarten, por Os 7 de Chicago

Chloé Zhao, por Nomadland

Frédéric Thoraval, por Bela Vingança / Promising Young Woman

Yorgos Lamprinos, por Meu Pai / The Father


MELHORES EFEITOS VISUAIS ESPECIAIS

Vencedores: Scott Fisher, Andrew Jackson e Andrew Lockley, por Tenet

Matt Kasmir, Chris Lawrence e David Watkins, por O Céu da Meia-Noite

Pete Bebb, Nathan McGuinness e Sebastian von Overheidt, por Greyhound

Santiago Colomo Martinez, Nick Davis, Greg Fisher e Ben Jones, por O Grande Ivan

Sean Faden, Steve Ingram, Anders Langlands e Seth Maury, por Mulan


MELHOR SOM

Vencedores: Jaime Baksht, Nicolas Becker, Phillip Bladh, Carlos Cortés e Michelle Couttolenc, por O Som do Silêncio / Sound of Metal

Beau Borders, Christian P. Minkler, Michael Minkler, Warren Shaw e David Wyman, por Greyhound

Coya Elliott, Ren Klyce e David Parker, por Soul

Michael Fentum, William Miller, Mike Prestwood Smith, John Pritchett e Oliver Tarney, por Relatos do Mundo

Sergio Diaz, Zach Seivers e M. Wolf Snyder, por Nomadland


MELHOR TRILHA SONORA

Vencedores: Jon Batiste, Trent Reznor e Atticus Ross, por Soul

Anthony Willis, por Bela Vingança / Promising Young Woman

Emile Mosseri, por Minari – Em Busca da Felicidade

James Newton Howard, por Relatos do Mundo

Trent Reznor e Atticus Ross, por Mank


MELHOR FILME EM LÍNGUA NÃO-INGLESA

Vencedor: Druk – Mais Uma Rodada (Dinamarca)

(Direção: Thomas Vinterberg | Produção: Sisse Graum Jørgensen)

Caros Camaradas: Trabalhadores em Luta (Rússia)

(Direção: Andrei Konchalovsky | Produção: Andrei Konchalovsky e Alisher Usmanov)

Minari – Em Busca da Felicidade (Estados Unidos)

(Direção: Lee Isaac Chung | Produção: Christina Oh)

Os Miseráveis (França)

(Direção: Ladj Ly)

Quo Vadis, Aida? (Bósnia e Herzegovina)

(Direção: Jasmila Žbanić | Produção: Jasmila Žbanić e Damir Ibrahimovich


MELHOR ANIMAÇÃO

Vencedora: Soul

(Direção: Pete Docter | Produção: Dana Murray)

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica

(Direção: Dan Scanlon | Produção: Kori Rae)

Wolfwalkers

(Direção: Tomm Moore e Ross Stewart | Produção: Paul Young)


MELHOR DOCUMENTÁRIO

Vencedor: Professor Polvo

(Direção: Pippa Ehrlich e James Reed | Produção: Craig Foster)

Colectiv

(Direção: Alexander Nanau | Produção: Alexander Nanau)

David Attenborough e Nosso Planeta

(Direção: Jonathan Hughes, Keith Scholey e Alastair Fothergill | Produção: Keith Scholey e Alastair Fothergill)

O Dilema das Redes

(Direção: Jeff Orlowski | Produção: Larissa Rhodes)

The Dissident

(Direção: Bryan Fogel | Produção: Bryan Fogel e Thor Halvorssen)


MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO BRITÂNICO

Vencedor: The Owl and the Pussycat

(Direção: Mole Hill | Produção: Laura Duncalf)

The Fire Next Time

(Direção: Renaldho Pelle | Produção: Yanling Wang | Roteiro: Kerry Jade Kolbe)

The Song of a Lost Boy

(Direção: Daniel Quirke | Produção: Jamie MacDonald | Roteiro: Brid Arnstein)

MELHOR CURTA-METRAGEM BRITÂNICO

Vencedor: The Present

(Direção: Farah Nabulsi | Produção: Farah Nabulsi)

Eyelash

(Direção: Jesse Lewis Reece | Produção: Ike Newman)

Lizard

(Direção: Akinola Davies | Produção: Rachel Dargavel | Roteiro: Wale Davies e Akinola Davies)

Lucky Break

(Direção: John Addis | Produção: Rami Sarras Pantoja)

Miss Curvy

(Direção: Ghada Eldemellawy)


#Cinema #Premiações #BAFTA #cinemabritânico

0 comentário
 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W