• Nayara Reynaud

Cine Resumão #53 | Semanal de 10 a 15/07

Atualizado: Fev 27


Aventuras infanto-juvenis ou pra lá de adultas nos trailers e cartazes lançados na última semana, bem como as novidades das bilheterias, produções em filmagem e outros destaques de 10 a 15 de junho na Sétima Arte, que estão neste Cine Resumão #53.

Trailers e Cartazes


  • Depois de liberar um novo trailer dublado no início da semana – como você pode ver na parte II do Cine Resumão #52 –, agora foi a vez da Paramount divulgar um novo cartaz de Dora e a Cidade Perdida (2019), live action da famosa série de animação infantil Dora, a Aventureira (2000-14), da Nickelodeon. Aliás, o longa de James Bobin é uma distribuição do selo Paramount Players, divisão da distribuidora que produzirá conteúdo destinado a audiências mais jovens em conjunto com outras marcas emblemáticas do Grupo Viacom, do qual o canal infanto-juvenil também faz parte. O pôster mais recente destaca Isabela Moner no papel da personagem-título, junto com a sua nova turma que irão se aventurar pela floresta, enquanto ela precisa enfrentar a “selva” do ensino médio neste filme que estreia em 7 de novembro.

Novo pôster do filme Dora e a Cidade Perdida (2019) | Divulgação (Paramount Pictures)

  • Falando em público infanto-juvenil, o brasileiro terá novidades por aí com o filme Ela Disse, Ele Disse (2019), adaptação do livro homônimo de Thalita Rebouças, publicado em 2011, com a autora assinando o roteiro junto com Tati Ingrid Adão. O filme dirigido por Claudia Castro traz as perspectivas dos protagonistas Rosa (Duda Matte) e Leo (Marcus Bessa), dois adolescentes que precisam se adaptar ao primeiro ano em um novo colégio, enquanto reagem de maneiras diferentes às novas amizades, questões amorosas, bullying e pressão das redes sociais. Com Maisa encarnando a garota mais popular do colégio, a produção que será lançada pela Imagem Filmes no dia 3 de outubro ainda traz a estreia nos cinemas de Fernanda Gentil, vivendo a mãe de Rosa, e de Bianca Andrade, a influenciadora digital conhecida como “Boca Rosa”, que interpreta a professora Fátima.

Cartaz do filme Ela Disse, Ele Disse (2019) | Divulgação (Imagem Filmes)

  • Outro filme nacional que ganhou divulgação nesta semana foi No Coração do Mundo (2019), de Gabriel Martins e Maurílio Martins, membros da Filmes de Plástico, produtora responsável por outros trabalhos na periferia de Contagem, como Temporada (2018), de André Novais Oliveira. Aliás, a história do longa que estreou no Festival de Roterdã deste ano surgiu a partir dos curtas Contagem (2010) e Dona Sônia Pediu uma Arma Para Seu Vizinho Alcides (2011), e segue os passos de um protagonista que busca uma saída para sua rotina de bicos e pequenos delitos, mas precisa convencer a namorada a participar de um grande plano que vai mudar a vida de todos os envolvidos. Kelly Crifer, Leo Pyrata, Grace Passô, Bárbara Colen, Robert Frank, Rute Jeremias, Renato Novaes, MC Carol de Niterói e Gláucia Vandeveld estão no elenco da produção que chega aos cinemas em 1º de agosto, com distribuição da Embaúba Filmes.

Cartaz do filme mineiro No Coração do Mundo (2019) | Foto (Embaúba Filmes)

  • Ainda dentro do cinema nacional, foi divulgado o cartaz do independente Leste Oeste (2016), de Rodrigo Grota, que rodou a produção na cidade paranaense de Londrina com apenas R$ 140 mil de orçamento. Classificado como um “western urbano”, o filme acompanha o ex-piloto Ezequiel (Felipe Kannenberg), que retorna à sua cidade natal após mais de uma década longe, por causa de uma última corrida que precisa fazer, e acaba reencontrando com sua família despedaçada e seu antigo amor. Com Simone Iliescu, Bruno Silva e José Maschio completando o elenco principal, o longa que ganhou prêmios no Cine PE de 2016 estreia agora nos cinemas, mais exatamente em 08 de agosto, distribuído pela Kinopus.

Cartaz do filme nacional Leste Oeste (2016) | Divulgação (Kinopus)

  • Um faroeste real que ocorre atualmente, só que no Oriente Médio, são a resistência do povo curdo na região contra o avanço de terroristas fundamentalistas, como os do ISIS, que visa massacrá-los. Esta situação serve de inspiração para Filhas do Sol (2018), filme de Eva Husson que foi exibido no Festival de Cannes do ano passado e chega aos cinemas no próximo dia 15 de agosto, com distribuição da Califórnia Filmes. Na trama, Golshifteh Farahani é Bahar, a comandante das Filhas do Sol, um batalhão composto apenas por mulheres curdas que atua ofensivamente na guerra do país, que são acompanhadas pela jornalista francesa Mathilde, interpretada por Emmanuelle Bercot.

Cartaz do filme francês Filhas do Sol (2018) | Divulgação (Califórnia Filmes)

  • Falando em casos assustadores, a produção assinada por Guillermo del Toro e com direção de André Øvredal, Histórias Assustadoras para Contar no Escuro (2019), ganhou data de lançamento pela Diamond: 8 de agosto. Baseado nos contos clássicos de terror e lendas urbanas de Alvin Schwartz, filme se passa em 1968 na cidade de Mill Valley, que há gerações é assombrada pelos mistérios que cercam a mansão da família Bellows, onde uma jovem rejeitada escreveu um livro com histórias assustadoras que, anos depois, se tornam reais quando Stella (Zoe Colletti) e seus amigos encontram seus escritos. Dean Norris, Michael Garza, Austin Abrams e Gabriel Rush são os outros nomes no elenco desse terror.

Cartaz do terror Histórias Assustadoras para Contar no Escuro (2019) | Divulgação (Diamond Films)

  • O que também assusta é o tema do documentário Privacidade Hackeada (2019), produção da Netflix que foi exibida no Festival de Sundance deste ano e estreia na plataforma de streaming no dia 24 de julho. O serviço liberou o trailer do longa de Karim Amer e Jehane Noujaim, que mostra como a exploração de dados pessoais na era da internet se tornou um dos negócios mais lucrativos do mundo, mas também mais perigosos, como comprova o escândalo Cambridge Analytica/Facebook, que é acompanhado no filme através de diferentes lados.

  • A espionagem também altera a História mundial, só que na trama fictícia de King’s Man: A Origem (2020), prequel de Kingsman que teve seu primeiro trailer – veja também dublado – divulgado hoje pela Fox. A produção, que traz o diretor Matthew Vaughan novamente à frente da franquia, conta os primórdios da agência de espionagem internacional, quando um homem precisa deter criminosos de roubar milhões através da I Guerra Mundial, e apresenta ao público os responsáveis pelo garbo, elegância e perspicácia da agência. Para tanto, este terceiro filme conta com estrelas de peso: Ralph Fiennes, Harris Dickinson, Gemma Arterton, Aaron Taylor-Johnson, Matthew Goode, Tom Hollander, Djimon Hounsou, Stanley Tucci, Rhys Ifans, Daniel Brühl e Charles Dance estarão nas telas em fevereiro de 2020, quando está prevista deste novo capítulo.

  • A história da eletricidade e de sua distribuição, na disputa entre a corrente contínua, defendida pelo inventor Thomas Edison (Benedict Cumberbatch), e a corrente alternada, encampada pelo empresário George Westinghouse (Michael Shannon) e o físico Nikola Tesla (Nicholas Hoult), movimenta o drama de época A Batalha das Correntes (2017). O longa de Alfonso Gomez-Rejon, que também traz Tom Holland e Katherine Waterston no elenco, será lançado pela Diamond aqui no Brasil, mas ainda não há previsão de estreia.

  • Batalha também é a que as mães do novo filme da Netflix travam para se reaproximarem dos filhos e de suas essências fora da maternidade na comédia Mãe e Muito Mais (2019). Angela Bassett, Patricia Arquette e Felicity Huffman vivem as amigas que embarcam nesta viagem à Nova York combinada a uma jornada interior. O longa de Cindy Chupack teve seu trailer liberado na semana passada, mas a produção só estará disponível na plataforma no dia 2 de agosto.

  • Enquanto isso, a vida perfeita da bem-sucedida advogada Anne (Trine Dyrholm), com o marido (Magnus Krepper) e suas duas filhas, é abalada com a chegada de Gustav (Gustav Lindh), o filho problemático que o esposo teve em um relacionamento anterior e que vem morar com eles, já que a ela se envolve intimamente com o enteado. Esta é a instigante trama de Rainha de Copas (2019), filme sueco da diretora May el-Toukhy, que venceu o prêmio da Audiência no Festival de Sundance deste ano e desembarca no Brasil em 12 de setembro, com distribuição da Arteplex.

Bilheteria


  • Quem ainda se mantem no topo da bilheteria dos Estados Unidos é Homem-Aranha: Longe de Casa (2019), segunda aventura solo de Peter Parker dentro do Universo Cinematográfico Marvel que conquistou US$ 45,3 milhões neste final de semana e somando US$ 274,5 milhões, em duas semanas, no mercado doméstico. Ainda segundo os dados do Box Office Mojo, a animação Toy Story 4 (2019) se mantém na segunda posição, com US$ 20,9 milhões, enquanto Predadores Assassinos (2019), terror com Kaya Scodelario em meio a um furacão e crocodilos, fez uma ótima estreia ao abocanhar US$ 12 milhões e o terceiro lugar na lista. Na sequência, vem outro lançamento em quarto, a comédia de ação Stuber (2019), e o Beatlemaníaco Yesterday (2019) fecha o Top 5 USA. Por fim, vale destacar o feito de The Farewell (2019), comédia dramática dirigida por Lulu Wang e estrelada por Awkwafina, que entrou em apenas quatro cinemas, mas conseguiu desbancar Vingadores: Ultimato (2019) e ficar com o recorde de estreia com melhor média por sala, com a marca de US$ 87,833 – o lançamento, por sinal, será expandido dentro das próximas semanas.

#Cinema #cartaz #DoraeaCidadePerdida #trailer #ElaDisseEleDisse2019 #NoCoraçãodoMundo #LesteOeste #FilhasdoSol #HistóriasAssustadorasparaContarnoEscuro #PrivacidadeHackeada #KingsManAOrigem #ABatalhadasCorrentes #MãeeMuitoMais #RainhadeCopas #bilheteria #HomemAranhaLongedeCasa #ToyStory4 #PredadoresAssassinos #Stuber #Yesterday2019 #TheFarewell

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W