• Nayara Reynaud

MOSTRA SP 2020 | Um banquete dialético

Atualizado: Nov 4


Uma discussão filosófica em um encontro da aristocracia europeia no final do século XIX que se delonga por mais de três horas de filme. A descrição de Malmkrog (2020) pode não ser muito animadora para a maioria do público, mas gera curiosidade em quem já conhece a obra do cineasta Cristi Puiu, precursor da nova onda do cinema romeno com A Morte do Sr. Lazarescu (2005), e sua capacidade de fazer o espectador se sentir em meio a uma roda de conversas banais e igualmente profundas, como fez em Sieranevada (2016), de duração ligeiramente menor. Se o longa anterior era mais bem resolvido nessa equação, em que a reunião de uma família romena comum suscita naturalmente questionamentos maiores em uma narrativa ainda bem humorada, o último trabalho do diretor não deixa de ser interessante na aridez da proposta mais austera e na erudição dos temas debatidos.


O realizador se baseia no livro Three Conversations (1899), do filósofo russo Vladimir Soloviov, para inspirar os diálogos travados no encontro que Nikolai (Frederic Schulz-Richard) promove em sua grande propriedade, durante um tempo de festividades. O fazendeiro russo recebe seus amigos Olga (Marina Palii), Madeleine (Agathe Bosch), Ingrida (Diana Sakalauskaite) e Edouard (Ugo Broussot), os cinco personagens que, junto do criado István (István Téglás), dão nome aos seis capítulos da trama que acompanha o grupo de nobres debatendo ene questões politicas e existenciais da época ou perenes há séculos. Em francês, língua das elites do século retrasado, discute-se desde o militarismo e a moral durante uma guerra ou em um momento limite, passando pelo discurso de superioridade europeia e a integração nunca completa da Rússia ao continente de união instável – passagem de maiores ecos com a atualidade –, até o Cristianismo à luz da popularidade do Tolstóismo naquele período e a figura do Anticristo.


A direção de Puiu, premiada na seção Encontros do Festival de Berlim deste ano, não é de muitos arroubos e se limita a movimentos mais panorâmicos de câmera, mas suficientes para adentrar o ambiente como se fosse um participante do encontro observando a dinâmica entre os emissores daquele debate. Esse banquete filosófico nem sempre é digerível na verborragia do rebuscado texto que a situação exige, com o espectador, provavelmente, se atentando mais às discussões que lhe são mais interessantes, do ponto de vista pessoal de cada um. Com crenças e visões de mundo muito diferentes entre si, os personagens defendem seus argumentos, esgotando-os até se tornarem indefensáveis em algum momento.


Da mesma forma, a dialética gera uma tensão iminente entre eles, que culmina e, simultaneamente, é interrompida por algum evento extraordinário ao fim de determinados capítulos. Uma delas em especial gera uma quebra realmente inesperada no ritmo narrativo e ambientação do conjunto geral, que se torna ainda mais surpreendente pela aparente volta à normalidade depois do ocorrido. O campo teórico do pensamento desses nobres senhores e senhoras é irrompido pela realidade, talvez como vislumbre do declínio da aristocracia que estava por vir ou um mero sonho do proletariado representado nos servis criados que atendem os convidados, e o que vem a seguir seria um relutante delírio fantasmagórico ou a representação do constante apagamento das elites de qualquer insurreição popular? Difícil dizer e tais quais as dúvidas levantadas nas falas de Malmkrog, o significado desse momento-chave no filme vai depender muito da interpretação de mundo de cada um.



=> Confira as críticas de outros filmes desta 44ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Perspectiva Internacional

Malmkrog (Malmkrog, 2020)

Duração: 200 min | Classificação: 14 anos

Direção: Cristi Puiu

Roteiro: Cristi Puiu

Elenco: Frédéric Schulz-Richard, Agathe Bosch, Diana Sakalauskaité, Marina Palii, Ugo Broussot e István Téglás (veja + no site)

Produção: Romênia, Sérvia, Suíça, Suécia, Bósnia-Herzegovina e Macedônia do Norte

> Disponível no Mostra Play, das 22h de 22/10 (quinta) a 04/11/2020 (quarta), com limite de até 2.000 visualizações

+ Repescagem de 05 a 08/11/2020 na Mostra Play



#Cinema #Festivais #MostraSP #44ªMostra #Malmkrog #CristiPuiu #cinemaromeno #filosofia #séculoXIX #classessociais #moral #Cristianismo #existencialismo #política #FrédéricSchulzRichard #AgatheBosch #DianaSakalauskaité #MarinaPalii #UgoBroussot #IstvánTéglás #homevideo

 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W

© 2020 por Nayara Reynaud. Criado a partir da plataforma Wix.