• Nayara Reynaud

Cine Resumão #34 | Quinzena de 20/08 a 02/09


Uma quinzena de muitas novidades no cinema brasileiro e mundial, vinda do mundo dos festivais e premiações, além de outros destaques, de 20 de agosto a 2 de setembro, entre trailers e cartazes, estão no Cine Resumão #34.

Premiações e Festivais

  • Na semana passada, foram divulgados os nomes dos 22 filmes nacionais que concorrem para serem o representante do Brasil na disputa a uma vaga entre os indicados ao prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira do Oscar 2019, que ocorrerá em 24 de fevereiro do ano que vem, em Los Angeles. Uma Comissão Especial de Seleção, formada por membros indicados pela Academia Brasileira de Cinema, será responsável pela escolha do nome brasileiro nesta próxima corrida do Oscar, entre os títulos abaixo:

Além do Homem (2018), de Willy Biondani

Alguma Coisa Assim (2017), de Mariana Bastos e Esmir Filho

Antes Que Eu Me Esqueça (2017), de Tiago Arakilian

As Boas Maneiras (2017), de Juliana Rojas e Marco Dutra

Aos Teus Olhos (2017), de Carolina Jabor

Benzinho (2018), de Gustavo Pizzi

Canastra Suja (2016), de Caio Sóh

Como é Cruel Viver Assim (2017), de Julia Rezende

Dedo na Ferida (2017), de Silvio Tendler

Encantados (2017), de Tizuka Yamasaki

Entre Irmãs (2017), de Breno Silveira

Ex-Pajé (2018), de Luiz Bolognesi

Ferrugem (2018), de Aly Muritiba

Não Devore Meu Coração (2017), de Felipe Bragança

O Animal Cordial (2017), de Gabriela Amaral Almeida

O Caso do Homem Errado (2017), de Camila Lopes de Moraes

O Desmonte do Monte (2017), de Sinai Mello e Silva Sganzerla

O Grande Circo Místico (2018), de Cacá Diegues

Paraíso Perdido (2018), de Monique Gardenberg

Talvez Uma História de Amor (2018), de Rodrigo Spada Bernardo

Unicórnio (2017), de Eduardo Nunes

Yonlu (2017), de Hique Montanari

  • Também na semana passada, mais exatamente no sábado, 25 de agosto, foram entregues os prêmios do 46º Festival de Gramado, tendo Benzinho (2018), com quatro Kikitos, e Ferrugem (2018), com três, entre eles o de Melhor Filme, como os destaques da competição nacional de longas, além da coprodução brasileira e paraguaia Las Herederas (2018) sagrando-se como a grande campeã entre os títulos latino-americanos. Veja a lista completa de vencedores:

CURTA-METRAGEM BRASILEIRO

Melhor Desenho de Som: Fábio Carneiro Leão, por Aquarela

Melhor Trilha Musical: Manoel do Norte, por A Retirada Para Um Coração Bruto

Melhor Direção de Arte: Pedro Franz e Rafael Coutinho, por Torre

Melhor Montagem: Thiago Kistenmacker, por Aquarela

Melhor Fotografia: Beto Martins, por Nova Iorque

Melhor Roteiro: Marco Antônio Pereira, por A Retirada Para Um Coração Bruto

Melhor Ator: Manoel do Norte, por A Retirada Para Um Coração Bruto

Melhor Atriz: Maria Tugira Cardoso, por Catadora de Gente

Prêmio Especial do Júri: Estamos Todos Aqui, de Chico Santos e Rafael Mellim

Prêmio Canal Brasil de Curtas: Nova Iorque, de Leo Tabosa

Melhor Filme do Júri Popular: Torre, de Nádia Mangolini

Melhor Filme do Júri da Crítica: Torre, de Nádia Mangolini

Melhor Direção: Fábio Rodrigo, por Kairo

Melhor Filme: Guaxuma, de Nara Normande

LONGAS ESTRANGEIROS

Melhor Fotografia: Nelson Waisntein, por Averno

Melhor Roteiro: Marcelo Martinessi, por Las Herederas

Melhor Ator: Nestor Guzzini, por Mi Mundial

Melhor Atriz: Ana Brum, Margarita Irun e Ana Ivanova, por Las Herederas

Prêmio Especial do Júri: Averno, de Marcos Loayza

Melhor Filme do Júri Popular: Las Herederas, de Marcelo Martinessi

Melhor Filme do Júri da Crítica: Las Herederas, de Marcelo Martinessi

Melhor Direção: Marcelo Martinessi, por Las Herederas

Melhor Filme: Las Herederas, de Marcelo Martinessi

LONGAS BRASILEIROS

Melhor Desenho de Som: Alexandre Rogoski, por Ferrugem

Melhor Trilha Musical: Max De Castro e Wilson Simoninha, por Simonal

Melhor Direção de Arte: Yurika Yamazaki, por Simonal

Melhor Montagem: Gustavo Giani, por A Voz do Silêncio

Melhor Ator Coadjuvante: Ricardo Gelli, por 10 Segundos Para Vencer

Melhor Atriz Coadjuvante: Adriana Esteves, por Benzinho

Melhor Fotografia: Pablo Baião, por Simonal

Melhor Roteiro: Jessica Candal e Aly Muritiba, por Ferrugem

Melhor Ator: Osmar Prado, por 10 Segundos Para Vencer

Melhor Atriz: Karine Telles, por Benzinho

Menção Honrosa: A Cidade dos Piratas, de Otto Guerra

Melhor Filme do Júri Popular: Benzinho, de Gustavo Pizzi

Melhor Filme do Júri da Crítica: Benzinho, de Gustavo Pizzi

Melhor Direção: André Ristum, por A Voz do Silêncio

Melhor Filme: Ferrugem, de Aly Muritiba

  • Já na noite desta sexta (31) foi a vez de o 29º o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo chegar ao seu final com a cerimônia de premiação que consagrou a produção baiana O Arco do Medo (2018), de Juan Rodrigues com o Prêmio Revelação, e a paulista O Órfão (2018), de Carolina Markowicz, com dois prêmios. Confira a lista completa abaixo:

Prêmio Revelação: O Arco do Medo, de Juan Rodrigues (BA)

Prêmio Itamaraty: O Órfão, de Carolina Markowicz (SP) | Menção honrosa: Copacabana – Auschwitz, de Jaiê Saavedra (RJ)

Prêmio Canal Brasil de Incentivo ao Curta-Metragem: O Órfão, de Carolina Markowicz (SP)

Prêmio Aquisição TV Cultura: O Sonho de Éder, de Sofia Amaral (SP)

Prêmios SESCTV para Novos Talentos: Nacional – Clube do Otimismo, de Silvia Ribeiro e Livia Arbex (RJ) | Internacional – De Pé, de Pierre Le Gall e Sarah Malléon (França)

Prêmio Canal Curta! e Porta Curtas: Nome de Batismo – Alice, de Tila Chitunda (PE)

Menção Honrosa TV Cultura para Novos Olhares: A Roda das Gerações do Coco, de Felipe Leal Barquete, Ana Bárbara Ramos da Silva, Manoel Cosmo e Ana de Vitória Felipe (PB)

Troféus “Borboleta De Ouro” (Destaques LGBT): Nacional – Ainda Não, de Julia Leite (SP) | Internacional – Renascimento é Preciso, de Jenn Nkiru (Reino Unido) | Prêmio especial / Atriz – Rosa Luz, personagem do filme Estamos Todos Aqui, de Rafael Mellim e Coletivo Bodoque (SP) | Menção honrosa – Ariel Nobre, diretor de Preciso Dizer que te Amo (SP)

Destaque ABCA para Melhor Animador: Guaxuma, de Nara Normande (PE/França)

Prêmio ABD-SP: Latino – Tornar-se Ar, de Cristina Motta (Argentina/Colômbia) | Paulista – Liberdade, de Pedro Nishi e Vinícius Silva (SP)

Kinoforum Labs: Do Curta ao Longa – Tempestade Ninja, de Higor de Paula Gomes | Curta Projetos – Power Ranger Vermelho, de Felipe Lovo e Willian Fragata

  • Enquanto isso, estão abertas, até 10 de setembro, as inscrições para a 5ª Mostra de Cinema de Gostoso, que será realizada de 23 a 28 de novembro, com a exibição de longas e curtas-metragens, em São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte. Todos os detalhes e o processo de inscrição estão disponíveis no site mostradecinemadegostoso.com.br.

Trailers e Cartazes

  • Ainda sobre Gramado, dois longas nacionais da competição tiveram seus teasers divulgados durante o festival: A Voz do Silêncio (2018), no qual André Ristum levou o Kikito de Melhor Direção – além do prêmio pela montagem –, pela história de sete desconhecidos que são ligadas por um eclipse lunar; e Mormaço (2018), de Marina Meliande, que tem na figura de uma defensora pública que trabalha contra a remoção da Vila Autódromo, por causa das obras para as Olimpíadas de 2016, um painel da especulação imobiliária no Rio de Janeiro. Ambas as produções, a primeira distribuída pela Imovision e a segunda pela Vitrine, ainda não tem data de lançamento prevista.

  • Das bandas de Veneza vem O Outro Lado do Vento (2018), o filme inacabado de Orson Welles, que depois de 40 anos, foi levado pela Netflix ao festival italiano, em uma sessão especial, e chega à plataforma de streaming em 2 de novembro. No longa, o cineasta do clássico Cidadão Kane (1941) traz justamente a história de um diretor renomado, interpretado por John Huston, tentando reconquistar Hollywood. Outro destaque da seleção desta 75ª edição do Festival de Veneza é o primeiro filme do criador da série This Is Us (2016-), Dan Fogelman, que também traz histórias entrelaçadas e a promessa de choro em A Vida em Si (2018), como revela o trailer divulgado pela Paris, que estreia o longa em 13 de dezembro.

  • Falando em Netflix nos festivais, duas produções do serviço de streaming que terão a sua première no Festival de Toronto ganharam trailers nestas últimas semanas. Legítimo Rei (2018), novo filme de David Mackenzie, do premiado A Qualquer Custo (2016), que novamente tem Chris Pine à frente agora de um drama histórico sobre Robert I, figura lendário que lutou pela independência da Escócia do domínio inglês, abre o evento e desembarca na plataforma em 9 de novembro, enquanto Gente de Bem (2018), outro drama capitaneado por Nicole Holofcener, no qual Ben Mendelsohn vive um homem à procura de propósito para a sua vida, já estreia dia 14 de setembro.

  • Presente na seleção de outro festival canadense, não tão badalado como Toronto e seu “termômetro para o Oscar”, mas também de prestígio, o Festival de Cinema de Montreal, está o suspense brasileiro O Segredo de Davi (2018), longa de estreia de Diego Freitas e que tem o ator Nicolas Prattes na pele de um jovem universitário tímido e também serial killer, que é o destaque do cartaz oficial da produção, que tem estreia prevista para 22 de novembro, com distribuição da Elo Company.

  • E tem mais cartazes de produções nacionais em destaque, com dois títulos que participarão do Festival de Brasília, que ocorre de 14 a 23 de setembro. Gabriela Amaral Almeida mal lançou seu début no circuito, o horror slasher O Animal Cordial (2017), e já estará na capital federal com A Sombra do Pai (2018), no qual a relação fragilizada entre um pai (Julio Machado) e uma filha (Nina Medeiros) embala o drama com toques, é claro, de terror. Já a intimidade sexual exposta na internet abalando o cotidiano de uma adolescente é motivo para outro longa brasileiro, na visão de Cris Azzi em Luna (2018), que contará com a distribuição da Cineart.

#Cinema #Premiações #Oscar #cinemanacional #AlémdoHomem #AlgumaCoisaAssim #AntesqueEuMeEsqueça #AsBoasManeiras #AosTeusOlhos #Benzinho #CanastraSuja #ComoÉCruelViverAssim #DedonaFerida #Encantados #EntreIrmãs #ExPajé #Ferrugem #NãoDevoreMeuCoração #OAnimalCordial #OCasodoHomemErrado #ODesmontedoMonte #OGrandeCircoMístico #ParaísoPerdido #TalvezUmaHistóriadeAmor #Unicórnio #Yonlu #Festivais #FestivaldeGramado #Aquarela #ARetiradaParaUmCoraçãoBruto #Torre #NovaIorque #CatadoradeGente #EstamosTodosAqui #Kairo #Guaxuma #Averno #MiMundial #Simonal #AVozdoSilêncio #10SegundosParaVencer #ACidadedosPiratas #FestivalInternacionaldeCurtasdeSãoPaulo #OArcodoMedo #OÓrfão #CopacabanaAuschwitz #OSonhodeÉder #ClubedoOtimismo #DePé #NomedeBatismoAlice #ARodadasGeraçõesdoCoco #AindaNão #RenascimentoéPreciso #PrecisoDizerqueteAmo #TornarseAr #Liberdade #TempestadeNinja #PowerRangerVermelho #GrandePrêmiodoCinemaBrasileiro #MostradeCinemadeGostoso #trailer #Mormaço #OOutroLadodoVento #OrsonWelles #AVidaemSi #LegítimoRei #GentedeBem #OSegredodeDavi #ASombradoPai #Luna2018

 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W

© 2020 por Nayara Reynaud. Criado a partir da plataforma Wix.