• Nayara Reynaud

Resumão ETC #1 | Mensal de 01 a 27/01

Atualizado: 7 de fev.


Fachada do Theatro Municipal de São Paulo | Foto: Divulgação (Créditos: Stig Lavor)
Fachada do Theatro Municipal de São Paulo | Foto: Divulgação (Créditos: Stig Lavor)

No nosso retorno da seção Resumão em 2022, iniciamos um novo capítulo com o Resumão ETC, que pretende trazer alguns destaques nas outras artes e mídias não cobertas com o Cine Resumão, o Resumão TV e o Resumão Musical. Novidades do mundo do teatro, dança, artes plásticas, fotografia, games, HQ e mídias digitais são o foco deste resumo, que nesta edição de número #1, traz as notícias culturais de 1º a 27 de janeiro e oportunidades para ficar de olho nos próximos dias, especialmente com as comemorações da Semana de Arte Moderna de 1922, ou durante todo o ano, a exemplo da programação da Temporada 2022 do Theatro Municipal de São Paulo.

 

Nos palcos


  • Com o avanço da Covid-19, por conta da variante ômicron, e o surto de gripe, a organização do Verão Arte Contemporânea anunciou, no último dia 11, o adiamento por tempo indeterminado da 15ª edição do evento, que ocorreria entre os dias 23 de janeiro e 13 de fevereiro de 2022, em Belo Horizonte-MG. No comunicado oficial, é manifestada a intenção de realizar a próxima edição do VAC, que reúne atividades de dança, música, teatro, entre outras artes, ainda neste ano, de forma presencial, mas será observado o controle da pandemia.


  • No último dia 12, aliás, foi publicada a portaria SMC Nº 04, pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, informando que, a partir de agora, para acessar eventos, prédios e equipamentos culturais do município, incluindo o Edifício Sampaio Moreira, os centros culturais, as bibliotecas, as casas de cultura, os museus, o Centro de Arqueologia e a Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA), é necessário apresentar o Passaporte da Vacina completo (físico ou digital) no caso de maiores de 12 anos, além de permanecer com a máscara.


  • A comédia Terapia Sexual (2022) estreou no dia 15 de janeiro e segue em cartaz todos os sábados, às 21h, e domingos, às 20h, no Teatro Ruth Escobar, em São Paulo. Com roteiro e direção de Beneh Mendes, além da consultoria de especialistas na área como a Dra. Carmita Abdo e o Prof. Walfredo Medeiros, a peça trata com bom humor os temas considerados tabus em relação à sexualidade que surgem no dia-a-dia dos personagens interpretados por Maira Helen, Pâmela Santiago, Marcelo Frias, Luiz Rodriguez e o próprio autor.


  • Também no mesmo dia, iniciou a temporada do espetáculo As Mamas de Tirésias (1903), do francês Guillaume Apollinaire, como complemento à Mostra Surrealista de Cinema que acontece na Oficina Cultural Oswald de Andrade. Todos os sábados, até 12 de fevereiro, às 11h, o espetáculo dirigido por André Capuano acontece na área externa do espaço para recontar o drama de Teresa, que amarra seu ex-marido, se veste com suas roupas, sai de casa lutando por liberdade e inicia uma campanha em Zanzibar contra a procriação. Seu ex-marido, em resposta, gera sozinho, num só dia, 40.050 crianças que assumem formas macabras. Ainda na Oficina Cultural Oswald de Andrade, desde a última segunda (24) até o dia 10 de fevereiro, o Núcleo Macabéa apresenta a peça Grão (2022), de segunda a sexta, das 20h às 21h30, e aos sábados, das 18h às 19h30. A trama se ambienta no chão estrelado, em que se ouve, ao longe, o vozeio afro-ameríndio de um menino errante que corre na imensidão, narrando a desventura de sua gente, encruzando os tempos na travessia, evocando terras e reminiscências nos espaços mais longínquos da memória.


  • Estreou nesta quarta (26) a nova montagem do musical Chicago (1975), criado por Bob Fosse a partir da peça homônima escrita por Maurine Dallas Watkins em 1926. Desde então, o espetáculo tem feito história na Broadway e outros palcos pelo mundo, além do cinema com a versão oscarizada de Rob Marshall em 2002, e desembarca agora sob a direção de Tania Nardini, que, a partir de 2007, se tornou a responsável por todas as montagens internacionais de Chicago. Desta vez, a atriz e cantora Emanuelle encarna a assassina sarcástica e engraçada Velma Kelly, Carol Costa interpreta a inocente e surpreendente Roxie Hart e Paulo Szot, que atualmente é o Billy Flynn do musical na Broadway, assume o mesmo papel na versão brasileira, que tem sessões até o dia 29 de maio de 2022, no Teatro Santander.


  • Na próxima semana, é a vez de Misery (2015) estrear no Teatro Porto Seguro. A montagem teatral de Eric Lenate adapta diretamente o texto de William Goldman – traduzido por Claudia Souto e Wendell Bendelack –, responsável por adaptar o livro de Stephen King, Misery - Louca Obsessão (1987), para o cinema com o thriller Louca Obsessão (1990), de Rob Reiner. Tendo Mel Lisboa, Marcello Airoldi e Alexandre Galindo no elenco, a peça conta a história de um escritor de uma série best-seller que, ao sofrer um grave acidente de carro, é socorrido por uma enfermeira que é sua grande fã. A temporada vai de 4 de fevereiro a 27 de março, com sessões às sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h.


  • No último dia 14, o Theatro Municipal de São Paulo anunciou a programação de sua temporada 2022, que terá onze títulos de óperas, 28 programas sinfônicos e três apresentações dedicadas à dança neste ano, além da homenagem ao centenário da Semana Modernista. Além de adquirir os ingressos para o espetáculo, o público também contará com a opção do Caderno de Assinaturas, que já está à venda desde o dia 24 de janeiro, para o assinante poder escolher os eventos e garantir seu lugar antecipadamente neste programa de fidelidade. Confira abaixo as atrações programadas:


Centenário da Semana de Arte Moderna no Theatro Municipal

> 10/02 a 10/03: “Recostura”, instalação artística de Chris Tigra na fachada e impressão fotográfica em tecido e bordados;

> 10/02, das 16h às 18h: ciclo de encontros e mesa-redonda “Faltas, Fendas e Forças da Semana de 22”, no Salão Nobre;

> 12/02, das 10 às 13h30 ou das 13h às 16h30: “Expedições Modernistas”, atividades desenvolvidas pelo Coletivo Teatro Dodecafônico, Coletivo PinRolê e Sorver Versos;

> 12/02, a partir das 11h: “Linha, Forma e Cor”, visitas educativas sobre o Theatro Municipal e sua relação com a Semana de 22, para crianças e suas famílias;

> 12/02, às 19h: “Fortes e Vingativos como Jaboti”, um painel lítero-musical-imagético em torno da Semana de 22 da Bendita Trupe, na Cúpula do Theatro Municipal;

> 13/02, às 19h: “Infância”, abertura de processo de criação seguido de bate papo com o público, sobre rpisódios da vida de Graciliano Ramos em sua meninice, relatados em sua fase madura, com Ney Piacentini (ator) e Alexandre Rosa (músico);

> 14/02, às 19h: “Sarau Novos 22”, encontro de coletivos de sarau da cidade de São Paulo, com apresentação de Rappin’ Hood, e participação de As Clarianas, Sarau das Pretas, Sarau do Binho e outros;

> 15/02, das 16h às 18h: ciclo de encontros e mesa-redonda “Modernismo: Contradições, Transgressões e Continuidades”, no Salão Nobre;

> 15/02, às 19h: “Esta noite se improvisa!”, palco aberto para a participação de várias linguagens como dança, teatro, poesia e discotecagem, com o MC Max B.O. e o DJ Nuts;

> 16/02, das 16h às 18h: ciclo de encontros e mesa-redonda “Vestígios da Semana de 22 no acervo do Theatro Municipal de São Paulo”, no Salão Nobre;

> 16 a 20 e 23 a 27/02, quarta a sexta, às 20h, e sábados e domingos, às 17h: “Muyrakytã” e “Isso Dá um Baile!”, com o Balé da Cidade de São Paulo;

> 17/02, das 16h às 18h: ciclo de encontros e mesa-redonda “Tombando 22 - Theatro Municipal, palco da Semana de Arte Moderna e patrimônio cultural”, no Salão Nobre;


Óperas

> 08 a 10 e 12 a 14/04, terça a sexta, às 20h, e sábados e domingos, às 17h: “Plínio Marcos: Navalha na Carne e Homens de Papel”, ingresso duplo para as estreias mundiais da primeira ópera, uma adaptação da peça do dramaturgo pelo compositor Leonardo Martinelli, e a segunda, cujo texto é adaptado por Hugo Possolo e com composições de Élodie Bouny, ambas acompanhadas pela Orquestra Sinfônica Municipal e o Coro Lírico Municipal;

> 03 a 08/05, terça a sexta, às 20h, e sábados e domingos, às 17h: “O Café”, estreia mundial da ópera de Felipe Senna, sobre libreto de Mário de Andrade adaptado por Sérgio de Carvalho, protagonizada por Juçara Marçal e Negro Leo, com acompanhamento da Orquestra Sinfônica Municipal, Coral Paulistano e Balé da Cidade de São Paulo;

> 03 a 05, 07 e 08, 10 e 11/06, terça a sexta, às 20h, e sábados e domingos, às 17h: “Aida”, ópera de Giuseppe Verdi, com libreto de Antonio Ghislanzoni, direção musical e regência de Roberto Minczuk, direção cênica e cenografia de Bia Lessa, Priscila Olegário no papel principal e acompanhamento da Orquestra Sinfônica Municipal, Coro Lírico Municipal e Coral Paulistano;

> 05, 07, 09, 11 e 13/08, dias úteis, às 19h, e final de semana, às 17h: “Der Rosenkavalier (O Cavaleiro da Rosa)”, ópera de Richard Strauss, com libreto de Hugo von Hofmannsthal, direção musical e regência de Roberto Minczuk, direção cênica de Pablo Maritano, Hernán Iturralde como o Barão Ochs e acompanhamento da Orquestra Sinfônica Municipal e Coral Paulistano;

> 30/09 a 02/10, 04 e 05, 07 e 08/10, terça a sexta, às 20h, e sábados e domingos, às 17h: “L'amour des Trois Oranges (O Amor das Três Laranjas)”, ópera de Sergei Prokofiev, com libreto baseado na peça homônima de Carlo Gozzi, direção musical e regência de Roberto Minczuk, direção cênica de Luiz Carlos Vasconcelos e acompanhamento da Orquestra Sinfônica Municipal e Coro Lírico Municipal;

> 25 a 27 e 29 a 30/11 e 02 e 03/12, terça a sexta, às 20h, e sábados e domingos, às 17h: “La Fanciulla del West (A Garota do Oeste)”, ópera de Giacomo Puccini, com libreto de Guelfo Civinini e Carlo Zangarini, direção musical e regência de Roberto Minczuk, direção cênica de Carla Camurati e acompanhamento da Orquestra Sinfônica Municipal e Coro Lírico Municipal.


  • Depois de viajar por outras unidades do Centro Cultural Banco do Brasil pelo país, no ano passado, o espetáculo Coração de Campanha (2021) estreia no CCBB-São Paulo no próximo dia 11 de fevereiro, seguindo em cartaz até 14 de março. A quarta peça de Clarice Niskier acompanha um casal que é surpreendido pela quarentena em plena crise conjugal e precisa lidar com os problemas anteriores e as mudanças trazidas pela pandemia para suas vidas.

 

Galeria


  • Falando no CCBB-SP, desde dezembro, está aberta a exposição “Brasilidade Pós-Modernismo”, com curadoria de Tereza de Arruda, dentro das comemorações da Semana de Arte Moderna de 22. A mostra, que fica no espaço até 7 de março, destaca as diversas características da arte contemporânea brasileira, sejam pinturas, fotografias, desenhos, esculturas, instalações e novas mídias, cuja existência se deve, em parte, ao legado da ousadia artística cultural proposta pelo Modernismo.


  • Dentro da programação de janeiro das oficinas culturas da cidade de São Paulo, alguns destaques ainda estão em abertos ao público. Na Oficina Cultural Oswald de Andrade, está em cartaz, até o dia 5 de fevereiro, a exposição “Violência em Preto e Branco”, em que o artista visual Alvo compôs suas obras a partir de materiais coletados da região têxtil no bairro do Bom Retiro, fotografias do processo, instalações com projeções mapeadas, telas de 50x60cm de pinturas em preto e branco e um curta-metragem sobre o cotidiano da violência doméstica na capital paulista. Enquanto isso, a Oficina Cultural Alfredo Volpi recebe, até o próximo dia 11, a exposição “Raízes – EwèEwè, Sem Folha Não Tem Essência”, com obras da artista Bel Obaluânge que mostram a relação entre os orixás e a natureza.


  • E voltando a falar das comemorações do centenário de 22, a Pinacoteca de São Paulo celebra a data com a exposição “Modernismo. Destaques do acervo”, aberta no sábado passado (22) até o dia 31 de dezembro de 2022. Dentre as mais de mil obras que compõem o acervo da Pinacoteca, há 134 trabalhos de autoria de artistas ligados ao modernismo, que estarão identificados com um selo neste período, como Antropofagia (1929) e São Paulo (1924), de Tarsila do Amaral (sala 6 e 10, respectivamente); Auto-retrato (1940) e Portadora de Perfume (1923), de Victor Brecheret (sala1 e átrio de esculturas, respectivamente); Bananal e Retrato Gofredo Silva Telles (1927, ambos), de Lasar Segall (sala 19 e 16, respectivamente); Casal na varanda, de Cícero Dias (sala 16); e Dois Irmãos (1925), de Ismael Nery (sala 15). O maior destaque, porém, vai para a pintura Amigos (1921), de Di Cavalcanti (Sala 16), que estava presente na exposição histórica da Semana de 1922 que ocorreu no Theatro Municipal de São Paulo.


  • Depois de ser montada em São Paulo, no ano passado, a nova série da fotógrafa Dani Tranchesi, 3 é 5 (2020), desembarca no Rio de Janeiro no próximo mês. O projeto que mostra as personagens e as histórias das feiras dos bairros paulistanos de Santa Cecília, Bixiga e Campos Elíseos é composto por livro e exposição, que, agora, permanece de 2 de fevereiro a 2 de março na Galeria Nara Roesler. Tendo a curadoria de Diógenes Moura, o projeto ainda inclui a exibição do curta-metragem especialmente criado pelo cineasta Pedro Castelo Branco.

 

Na estante


  • Em novembro passado, a Editora Planeta lançou no Brasil O Beco das Ilusões Perdidas (1946), clássico da literatura norte-americana, escrito por William Lindsay Gresham em plena Guerra Civil Espanhola, e que agora é adaptado para o cinema pelo Guillermo del Toro, em O Beco do Pesadelo (2021), filme que estreou nesta quinta (27) no circuito nacional.


  • Estão abertas as inscrições, até o dia 4 de março no site frankfurtproducoes.com, para o II Concurso Nacional de Dramaturgia Flávio Migliaccio, organizado pela Frankfurt Produções, em parceria com o Teatro Solar de Botafogo, e a Editora Funilaria para a valorização do autor teatral. Os seis textos vencedores das categorias adulto e infantil da primeira edição, realizada no ano passado, resultou nos livros recém-lançados Rio Bonito (2022) e O Super Tio (2022), respectivamente. O primeiro apresenta os textos “Trívia”, de Danilo Salomão, “O Trabalho das Aranhas”, de Antonio de Medeiros, e “Aos Sábados”, de Adyr de Paula, além das colagens da artista Fernanda Rodrigues; enquanto o segundo, da categoria infantil, traz “Panapaná”, de Pablo Kaschner, “Rapsódia da Banana-da-Terra”, de Luiz Carlos Laranjeiras, e “Quanto Mar cabe em mim?”, de Léo Gomes, com ilustrações de João Miller.


  • Nesta quinta (27), o livro de Paulo Lins, Cidade de Deus (1997) ganha um versão em audiobook exclusiva pela Storytel, em homenagem aos 20 anos do filme homônimo dirigido por Fernando Meirelles e Kátia Lund. A narração do audiolivro é feita pelo ator Alexandre Rodrigues, que interpretou o personagem Buscapé na versão cinematográfica que concorreu a quatro Oscars em 2004.

 

Próximo nível


  • Na quinta passada (20), a Warner Bros. Games, TT Games, LEGO Group e Lucasfilm Games soltaram o novo trailer de LEGO Star Wars: A Saga Skywalker (2022), em que os jogadores vão reviver a épica história dos nove filmes da Saga Skywalker, podendo escolher por qual trilogia começar a jornada. A previsão de lançamento é para o dia 5 de abril, estando disponível para Xbox Series X|S, PlayStation 5, PlayStation 4, Nintendo Switch e PC.


  • Nesta quarta (19), o Fluxo, organização de esports criada por Nobru e Cerol, que também conta com BAK como integrante do board atualmente, anunciou uma parceria inédita com a MainStreet Records, gravadora da cena rap que conta como Orochi como criador e tem MC Poze do Rodo, Borges e outros artistas em seu casting, com o objetivo de promover e unir as comunidades dos games e da música.


  • Tendo implementado o Netflix Games no final do ano passado aqui no Brasil, a plataforma de streaming vem avançando, aos poucos com o seu serviço de jogos disponível no aplicativo para os seus assinantes. Agora em fevereiro, por exemplo, o novo jogo Dungeon Dwarves (2022) estará disponível gratuitamente para que os usuários possam explorar masmorras, aniquilar monstros e coletar itens para melhorar as habilidades e as armas do seu guerreiro.

 

Rolando o feed


  • O Spotify anunciou que a segunda temporada de Paciente 63 (2021), sua segunda audiossérie original brasileira, chega à plataforma em 08 de fevereiro. Protagonizada por Seu Jorge e Mel Lisboa, a produção é uma adaptação de Caso 63 (2020), criada pelo escritor e roteirista chileno Julio Rojas, que, nesta nova fase, acompanhará o paciente Pedro Roiter e a Dra. Elisa Amaral ao voltarem dez anos no tempo, em 2012, para tentar salvar o mundo da contaminação em massa de um perigoso vírus.

 

Sob os holofotes


  • Desde o mesmo dia, a Oficina Cultural Oswald de Andrade realiza a mostra “Luz Moderna: Leituras Cinematográficas da Literatura Brasileira” com filmes e vídeos que dialogam com obras e referências da literatura modernista. Nas próximas quintas, serão exibidos o curta-metragem Herói Póstumo da Província (1973), de Rudá K. Andrade – filho do escritor Oswald de Andrade –, em 3 de fevereiro, e o longa Como Era Gostoso o Meu Francês (1971), de Nelson Pereira dos Santos, no dia 9.


  • A Rádio Cultura FM deu início às comemorações do centenário da Semana de 22 já no aniversário da cidade de São Paulo, no último dia 25 de janeiro, em que transmitiu o programa documental Modernistas das Cavernas (2022). Com reapresentação no próximo sábado (29), às 23h, é possível conferir a atração em que, a partir de memórias e entrevistas recriadas, as vozes de Pascoal da Conceição, Arrigo Barnabé, Chico Carvalho, Lilian de Lima e Atílio Bari dão vida aos protagonistas de 22: Mário de Andrade, Oswald de Andrade e Menotti Del Picchia, além de Anita Malfatti e Villa-Lobos, respectivamente.


  • Nesta quinta (27), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) publicou um estudo que revela o impacto da pandemia de Covid-19 para os trabalhadores do setor cultural. A tendência de crescimento da área, que passou de 4,9 milhões para 5,5 milhões de pessoas empregadas entre o primeiro trimestre de 2018 e o último de 2019, foi interrompida, verificando-se, no terceiro trimestre de 2020, queda do nível de ocupação para 4,6 milhões de empregos e, em seguida, a volta de uma tendência de crescimento ao atingir 5 milhões de pessoas no segundo trimestre de 2021. Neste mesmo período, observou-se que dentre os empregados no setor cultural brasileiro, conforme a ocupação e atividade, 11,6% (ou 0,7% do total de pessoas ocupadas) estavam em ocupações e atividades culturais, 29,4% (ou 1,7% do total de ocupados) encontravam-se em ocupações não culturais e atividades culturais, e 59,0% (ou 3,4% do total de ocupados) possuíam vínculo em ocupação cultural e atividade não cultural. Os resultados foram obtidos através de informações da Pesquisa Nacional de Amostragem de Domicílios (PNAD) Contínua e do Sistema de Informações e Indicadores em Cultura do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sendo que o estudo completo pode ser conferido no site do Ipea.

 

Rascunho


  • O Conservatório de Tatuí prorrogou as inscrições para novos alunos até 9 de fevereiro. A instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo, gerida pela ONG Sustenidos, disponibiliza 638 vagas em mais de 50 cursos regulares e totalmente gratuitos nas áreas de Música Erudita, Música Popular e Educação Musical, na qual o conservatório do interior paulista é referência, mas também em Artes Cênicas. Há ateliês de Iniciação às Artes da Cena para Crianças e igualmente para Adolescentes, assim como os cursos de Artes Cênicas e o de Cenografia. Os(as) candidatos(as) com conhecimento musical e teatral que forem aprovados(as) no Processo Seletivo para Novos(as) Alunos(as), cujo resultado está previsto para ser divulgado a partir de 18/02, poderão se inscrever, também, para concorrer a vagas para bolsistas nos Grupos Artísticos do Conservatório de Tatuí, cujas inscrições para as Bolsas Performance ficarão abertas até 1º de março. As informações de cada processo seletivo estão no site.


  • Desde o último dia 17 até 4 de março, estão abertas as inscrições para a quarta edição do Poesia Expandida, curso gratuito voltado para interessados na criação literária oferecido pela Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura. São 40 vagas, sendo 20 vagas presenciais e 20 online, com a previsão de que, neste ano, os selecionados que residirem na cidade de São Paulo participem presencialmente das aulas, que acontecerão no anexo da Casa Guilherme de Almeida devido ao restauro do Museu Casa das Rosas, enquanto as online serão realizadas pela plataforma Google Meet. O curso começa no dia 17 de março e segue até 9 de julho de 2022 e o formulário de inscrição junto de mais informações, você encontra no site www.casadasrosas.org.br.


  • A partir desta quarta (26) até 6 de março, grupos de dança e teatro do interior, litoral e região metropolitana paulista – exceto capital – poderão se inscrever no processo seletivo 2022 do Programa de Qualificação em Artes, realizado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, a fim de fomentar a descentralização a cena cultural por meio do aprimoramento artístico. No total, no processo, que é todo gratuito, serão selecionados até 47 grupos de teatro e 13 grupos de dança, desde que tenham atuação comprovada de, no mínimo, um ano. Além disso, artistas de teatro e de dança com trajetórias consolidadas, residentes do estado de São Paulo, encontram cadastro para as vagas de artistas-orientadores (as), bem como estudantes em cursos universitários podem se candidatar às vagas de estágio, também abertas agora, mas que se encerram já em 10 de fevereiro. Mais informações no site da Poiesis, que gerencia o projeto dentro do programa Oficinas Culturais.


#Cultura #Teatro #ArtesPlásticas #Dança #Literatura #Games #Internet #SemanadeArteModernade22 #Festivais #VAC #CoronavírusCovid19 #TerapiaSexual #AsMamasdeTirésias #Grão2022 #Chicago #Misery #TheatroMunicipaldeSãoPaulo #CoraçãodeCampanha #BrasilidadePósModernismo #ViolênciaemPretoeBranco #RaízesEwèEwèSemFolhaNãoTemEssência #Modernismo #ModernismoDestaquesdoAcervo #fotografia #3é5 #OBecodasIlusõesPerdidas #ConcursoNacionaldeDramaturgiaFlávioMigliaccio #RioBonito #OSuperTio #CidadedeDeus1997 #audiolivro #LEGOStarWarsASagaSkywalker #Fluxo #MainStreetRecords #NetflixGames #DungeonDwarves #Paciente63 #audiossérie #LuzModernaLeiturasCinematográficasdaLiteraturaBrasileira #Cinema #ModernistasdasCavernas #rádio #pesquisa #trabalho #indústriacultural #cursos #ConservatóriodeTatuí #PoesiaExpandida #ProgramadeQualificaçãoemArtes

0 comentário
 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W