• Nayara Reynaud

É TUDO VERDADE 2019 | Um exemplo de resistência


"Crises são momentos para rever modelos e pensamentos”, afirmou Amir Labaki, fundador e diretor do principal festival de documentários da América Latina, em uma coletiva de imprensa de apresentação da sua 24ª edição que foi marcada pela palavra "resistência". É com esse espírito que o É Tudo Verdade 2019 se mantém firme e forte com uma significante seleção brasileira e de títulos internacionais, em mostras competitivas ou especiais de longas, médias e curtas-metragens, que serão apresentados em São Paulo e no Rio de Janeiro, de 4 a 14 de abril. Ele está estampado também no pôster deste ano, que homenageia o fotógrafo Eduardo Salvatore (1914-2006), um dos líderes do fotoclubismo de São Paulo, com a inspiração na sua fotografia fotografia intitulada “Por Aqui Passaram…” (1951).

A abertura do festival acontece no dia 3 de abril, em São Paulo, no Auditório Ibirapuera, com a exibição de do documentário norte-americano Mike Wallace Está Aqui (2019), de Avi Belkin, que esteve no último Festival de Sundance. No dia 8, é a vez da estreia de Memórias do Grupo Opinião (2019) abrir a programação no Rio de Janeiro. Veja abaixo os outros títulos selecionados:

COMPETIÇÃO BRASILEIRA: LONGAS OU MÉDIAS–METRAGENS

> Cine Marrocos (2018), de Ricardo Calil; Dorival Caymmi - Um Homem de Afetos (2019), de Daniela Broitman; Niède (2019), de Tiago Tambelli; Rumo (2019), de Flavio Frederico e Mariana Pamplona; Soldado Estrangeiro (2019), de José Joffily e Pedro Rossi; e Soldados da Borracha (2019), de Wolney Oliveira

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL: LONGAS OU MÉDIAS–METRAGENS

> A Beira (2018), de Alison Klayman, EUA; Agora Algo Está Mudando Lentamente (2018), de Mint Film Office, Holanda; Defensora (2019), de Rachel Leah Jones e Philippe Bellaïche, Israel / Canadá / Suíça; Encontrando Gorbachev (2018), de Werner Herzog e Andre Singer, Reino Unido / EUA / Alemanha; Hungria 2018 - Bastidores da Democracia (2018), de Eszter Hajdu, Hungria; Meu Amigo Fela (2019), de Joel Zito Araújo, Brasil; O Caso Hammarskjöld (2019), de Mads Brügger, Dinamarca / Noruega / Suécia / Bélgica; Piazzolla: Os Anos do Tubarão (2018), de Daniel Rosenfeld, França / Argentina; Reconstruindo Utoya (2018), de Carl Javér, Suécia / Noruega / Dinamarca; Retrato Chinês (2018), de Wang Xiaoshuai, Hong Kong; Testemunhas de Putin (2018), de Vitaly Mansky, Letônia / Suíça / República Tcheca; e Ziva Postec. A Montadora por Trás do Filme ‘Shoah’ (2018), de Catherine Hébert, Canadá.

COMPETIÇÃO LATINO-AMERICANA

> A Arrancada (2019), de Aldemar Matias, França / Cuba / Brasil; Está Tudo Bem (2018), de Tuki Jencquel, Venezuela / Alemanha; Hoje e Não Amanhã (2018), de Josefina Morandé, Chile; A Liberdade É uma Palavra Grande (2018), de Guillermo Rocamora, Uruguai / Brasil; Maricarmen (2019), de Sergio Morkin, México; e Piazzolla: Os Anos do Tubarão (2018), de Daniel Rosenfeld, Argentina / França

COMPETIÇÃO BRASILEIRA: CURTAS-METRAGENS

> As Constituintes de 88 (2019), de Gregory Baltz, RJ; Kerexu (2018), de Denis Rodriguez e Leonardo Remor, RS; Nome de Batismo - Frances (2019), de Tila Chitunda, PE; Partir (2018), de Sonia Guggisberg, SP; Planeta Fábrica (2019), de Julia Zakia, SP; A Primeira Foto (2018), de Tiago Pedro, CE; Retratos Sobre o Não Ver (2018), Erik Gasparetto, PR; Sem Título # 5: A Rotina Terá seu Enquanto (2019), de Carlos Adriano, SP; e Vento de Sal (2018), de Anna Azevedo, RJ

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL: CURTAS-METRAGENS

> 2001 - Faíscas na Escuridão (2018), de Pedro González Bermúdez, Espanha; O Costureiro Debaixo da Ponte (2018), de Banpark Jieun, Coreia do Sul; As Instruções (2018), de Filip Drzewiecki, Polônia; Lily (2018), de Adrienne Gruben, EUA; O Mar Enrola na Areia (2018), de Catarina Mourão, Portugal; Na Boca da Mina (2018), de Brandán Cerviño, Cuba; Na Nossa Casa (2018), de Iban Colón, Espanha; Nove Cinco (2018), de Tomás Arcos, Chile; e Swatted (2018), de Ismaël Joffroy Chandoutis, França

O ESTADO DAS COISAS

> Carta a Theo (2018), de Elodie Lélu, Bélgica; Marceline. Uma Mulher. Um Século (2018), de Cordelia Dvorák, França / Holanda; e Maria Luiza (2019), de Marcelo Díaz, Brasil

PROGRAMAS ESPECIAIS

> O Barato de Iacanga (2019), de Thiago Mattar, Brasil; Fotografação (2019), de Lauro Escorel, Brasil; e Milú (2019), de Tarso Araujo e Raphael Erichsen, Brasil

HOMENAGEM A NELSON PEREIRA DOS SANTOS

> Séries para TV realizadas por Nelson Pereira dos Santos: ep. 1 - Casa Grande & Senzala - Gilberto Freyre, o Cabral Moderno (2001), ep. 2 - Casa Grande & Senzala - A Cunhã, Mãe da Família Brasileira (2001), ep. 3 - Casa Grande & Senzala - O Português, Colonizador dos Trópicos (2001) e ep. 4 - Casa Grande & Senzala - O Escravo Negro na Vida Sexual e de Família do Brasileiro (2001); Raízes do Brasil, uma Cinebiografia de Sérgio Buarque de Hollanda - Episódio 1 (2004) e Raízes do Brasil, uma Cinebiografia de Sérgio Buarque de Hollanda - Episódio 2 (2004)

HOMENAGEM A CLAUDE LANZMANN

> Cinessérie realizada por Claude Lanzmann: As Quatro Irmãs - A Arca de Noé (2017), As Quatro Irmãs - Baluty (2017), As Quatro Irmãs - O Juramento de Hipócrates (2017) e As Quatro Irmãs - A Pulga Alegre (2017)

A programação completa, com as datas, horários e locais das sessões destes filmes e também dos debates estão no site etudoverdade.com.br/br/programacao, mas a cobertura completa do É Tudo Verdade 2019, você confere por aqui:

Cobertura da coletiva de imprensa de apresentação da 24ª edição do ETV

Abertura SP – Mike Wallace Está Aqui

Competição Internacional de Longas e Médias – Testemunhas de Putin

Veja abaixo a lista completa dos premiados nesta 24ª edição do festival É Tudo Verdade:

PREMIAÇÃO OFICIAL

Competição Brasileira

[Júri: os documentaristas Vladimir Carvalho e Cristiano Burlan e a professora Sheila Schvarzman]

Melhor Documentário de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

> Cine Marrocos, de Ricardo Calil, Brasil / São Paulo-SP

Menção Honrosa para Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

> Estou Me Guardando para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes, Brasil / Recife-PE

Melhor Documentário de Curta-Metragem (Júri Oficial)

> Sem Título #5: A Rotina Terá Seu Enquanto, de Carlos Adriano, Brasil / São Paulo-SP

Competição Internacional

[Júri: a dramaturga e diretora Cordelia Dvorák, o cineasta norte-americano Nicolas Rossier e o roteirista e compositor Paulo Mendonça]

Melhor Documentário de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

> O Caso Hammarskjöld, de Mads Brügger, Dinamarca / Noruega / Suécia / Bélgica

Prêmio Especial do Júri de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

> Meu Amigo Fela, de Joel Zito Araújo, Brasil

Menção Honrosa de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial)

> Hungria 2018: Bastidores da Democracia, de Eszter Hajdú, Hungria

Melhor Documentário de Curta-Metragem (Júri Oficial)

> Nove Cinco, de Tomás Arcos, Chile

Menção Honrosa de Curta-Metragem (Júri Oficial)

> Lily, de Adrienne Gruben, EUA

Competição Latino-Americana

[Mesmo Júri da Competição Internacional]

Melhor Documentário de Longa-Metragem (Júri Oficial)

> Piazzolla: Os Anos do Tubarão, de Daniel Rosenfeld, Argentina / França

Menção Honrosa (Júri Oficial)

> Maricarmen, de Sérgio Morkin, México

PREMIAÇÕES PARALELAS

PRÊMIO CANAL BRASIL DE CURTAS

> A Primeira Foto, de Tiago Pedro, Brasil / CE

PRÊMIO ABRACCINE (Associação Brasileira de Críticos de Cinema)

[Júri: Adriano Garrett e Fernando Oriente, em São Paulo, e Maria Caú, no Rio de Janeiro]

Melhor Documentário de Longa ou Média-Metragem da Competição Brasileira

> Estou Me Guardando para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes, Brasil / Recife-PE

Melhor Documentário de Curta-Metragem da Competição Brasileira

> Planeta Fábrica, de Julia Zakia, Brasil / São Paulo-SP

PRÊMIO ABD-SP (Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas)

Longa-Metragem da Competição Brasileira

> Soldados de Borracha, de Wolney Oliveira, Brasil / CE

Menção Honrosa para Longa-Metragem da Competição Brasileira

> Estou Me Guardando para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes, Brasil / Recife-PE

Curta-Metragem da Competição Brasileira

> Ventos de Sal, de Anna Azevedo, Brasil / Rio de Janeiro-RJ

Menção Honrosa para Curta-Metragem da Competição Brasileira

> Planeta Fábrica, de Julia Zakia, Brasil / São Paulo-SP

#Cinema #Festivais #ÉTudoVerdade #documentário #ETV2019 #cobertura #coletivadeimprensa #EduardoSalvatore

 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W

© 2020 por Nayara Reynaud. Criado a partir da plataforma Wix.