© 2019 por Nayara Reynaud. Criado a partir da plataforma Wix.

NERVOS Entrevista #29 | ONDE QUER QUE VOCÊ ESTEJA + LUNA

13/10/2019

 

O podcast NERVOS Entrevista retorna nesta edição #29 com dose dupla de destaques, com os filmes Onde Quer que Você Esteja (2018) e Luna (2018). O primeiro é um longa de Bel Bechara e Sandro Serpa criado a partir de um curta homônimo do casal, produzido há 15 anos, e que constrói um mosaico de personagens que, no meio da loucura de São Paulo, vão a um programa de rádio chamado “Onde Quer que Você Esteja” na esperança de assim encontrar seus entes queridos desaparecidos. O segundo é o dèbut solo na ficção de Cris Azzi, outro realizador mineiro que apresenta a história de uma adolescente (Eduarda Fernandes) que, ao conhecer uma nova colega de turma (Ana Clara Ligeiro) na periferia de Belo Horizonte e região, passa por um processo de descoberta da sua sexualidade, enquanto tem este momento exposto na internet.

 

Em entrevista à nossa editora Nayara Reynaud, os diretores e roteiristas Bel Bechara e Sandro Serpa contaram desde a inspiração real para estas produções e o processo de transformar o curta em longa até o trabalho com o elenco e outros detalhes de Onde Quer que Você Esteja. Na sequência, o papo foi com as atrizes Débora Duboc e Gilda Nomacce, que falaram sobre a construção de seus papéis: Duboc interpreta a Lúcia, uma mulher em busca do marido que acaba criando uma conexão com Waldir, personagem de Leonardo Medeiros, enquanto Nomacce faz a Ana Maria, uma mãe em busca da filha vivida por Samya Pascotto. As duas ainda comentaram sobre o clima no set, as amizades de outros carnavais e seus projetos futuros, como os dois longas A Menina que Matou os Pais / O Menino que Matou Meus Pais (2020) em que Débora está no elenco bem como a lista de trabalhos da incansável Gilda.

 

Depois, foi a vez de o diretor Cris Azzi e as atrizes Eduarda Fernandes e Ana Clara Ligeiro darem uma palavrinha sobre Luna, explica suas motivações, o processo de desenvolvimento do projeto que aborda a questão do cyberbullying e a resposta do público pelos festivais, enquanto elas detalham a construção de suas personagens e muito mais.

 

*Músicas presentes no podcast (sob licença Creative Commons): “Content”, de Lee Rosevere; “Blind Love Dub”, de Jeris; e “Reusenoise_(DNB_Mix)”, de SpinningMerkaba

 

Ouça no lugar que você quiser: SoundCloud | Spotify | iTunes | Google Podcasts | Feed | Download

 

> 6s: Introdução

> 3min07s: Entrevista com os diretores Bel Bechara e Sandro Serpa sobre Onde Quer que Você Esteja

> 18min19s: Entrevista com atrizes Débora Duboc e Gilda Nomacce sobre Onde Quer que Você Esteja

> 42min06s: Entrevista com o diretor Cris Azzi e as atrizes Eduarda Fernandes e Ana Clara Ligeiro sobre Luna

> 1h08min45s: Conexões Nervosas

> 1h13min06s: Encerramento

Conexões Nervosas

 

Se você gostou de Onde Quer que Você Esteja, também pode curtir...

 

> Bel Bechara: o filme brasileiro Bacurau (2019), de Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho

 

> Sandro Serpa: o álbum Zulusa (2013), da cantora Patrícia Bastos

 

> Episódios #17 Divisão de Desaparecidos e #30 Central de Desaparecidos do Aproveite São Paulo, podcast oficial da Prefeitura de São Paulo que traz informações em drops sobre serviços municipais para a população, como estas ferramentas de auxílio aos familiares na busca de seus entes queridos, com direito a estatísticas de desaparecimento na capital paulista.

 

 

Se você gostou de Luna, também pode curtir...

 

> Cris Azzi: o livro A Criação da Juventude: Como o Conceito de Teenage Revolucionou o Século XX (2009), do escritor e jornalista inglês Jon Savage; o filme britânico Aquário (Fish Tank, 2009), de Andrea Arnold; e os clássicos literários O Estrangeiro (1942), de Albert Camus, e A Metamorfose (1915), de Franz Kafka

 

> Episódio Klara Castanho fala do bullying nesses tempos tão sombrios, do podcast Esquizofrenoias, comandado pela Amanda Ramalho, ex-integrante do Pânico, em que ela aborda temas de saúde mental, geralmente com a presença de um convidado famoso ou não para comentar da sua experiência com a doença ou o problema em pauta. No caso, a atriz que está na TV desde a infância, fala dos casos pessoais de agressão via redes sociais e de como se tornou embaixadora da causa.

 

Compartilhar
Tweetar
Please reload

 Textos relacionados: 
Please reload

 últimas: 
Please reload

 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W