© 2019 por Nayara Reynaud. Criado a partir da plataforma Wix.

Cine Resumão #53 | Semanal de 10 a 15/07

15/07/2019

Aventuras infanto-juvenis ou pra lá de adultas nos trailers e cartazes lançados na última semana, bem como as novidades das bilheterias, produções em filmagem e outros destaques de 10 a 15 de junho na Sétima Arte, que estão neste Cine Resumão #53.

Trailers e Cartazes

  • Depois de liberar um novo trailer dublado no início da semana – como você pode ver na parte II do Cine Resumão #52 –, agora foi a vez da Paramount divulgar um novo cartaz de Dora e a Cidade Perdida (2019), live action da famosa série de animação infantil Dora, a Aventureira (2000-14), da Nickelodeon. Aliás, o longa de James Bobin é uma distribuição do selo Paramount Players, divisão da distribuidora que produzirá conteúdo destinado a audiências mais jovens em conjunto com outras marcas emblemáticas do Grupo Viacom, do qual o canal infanto-juvenil também faz parte. O pôster mais recente destaca Isabela Moner no papel da personagem-título, junto com a sua nova turma que irão se aventurar pela floresta, enquanto ela precisa enfrentar a “selva” do ensino médio neste filme que estreia em 7 de novembro.

 

  • Falando em público infanto-juvenil, o brasileiro terá novidades por aí com o filme Ela Disse, Ele Disse (2019), adaptação do livro homônimo de Thalita Rebouças, publicado em 2011, com a autora assinando o roteiro junto com Tati Ingrid Adão. O filme dirigido por Claudia Castro traz as perspectivas dos protagonistas Rosa (Duda Matte) e Leo (Marcus Bessa), dois adolescentes que precisam se adaptar ao primeiro ano em um novo colégio, enquanto reagem de maneiras diferentes às novas amizades, questões amorosas, bullying e pressão das redes sociais. Com Maisa encarnando a garota mais popular do colégio, a produção que será lançada pela Imagem Filmes no dia 3 de outubro ainda traz a estreia nos cinemas de Fernanda Gentil, vivendo a mãe de Rosa, e de Bianca Andrade, a influenciadora digital conhecida como “Boca Rosa”, que interpreta a professora Fátima.

 

 

  • Outro filme nacional que ganhou divulgação nesta semana foi No Coração do Mundo (2019), de Gabriel Martins e Maurílio Martins, membros da Filmes de Plástico, produtora responsável por outros trabalhos na periferia de Contagem, como Temporada (2018), de André Novais Oliveira. Aliás, a história do longa que estreou no Festival de Roterdã deste ano surgiu a partir dos curtas Contagem (2010) e Dona Sônia Pediu uma Arma Para Seu Vizinho Alcides (2011), e segue os passos de um protagonista que busca uma saída para sua rotina de bicos e pequenos delitos, mas precisa convencer a namorada a participar de um grande plano que vai mudar a vida de todos os envolvidos. Kelly Crifer, Leo Pyrata, Grace Passô, Bárbara Colen, Robert Frank, Rute Jeremias, Renato Novaes, MC Carol de Niterói e Gláucia Vandeveld estão no elenco da produção que chega aos cinemas em 1º de agosto, com distribuição da Embaúba Filmes.  

 

 

  • Ainda dentro do cinema nacional, foi divulgado o cartaz do independente Leste Oeste (2016), de Rodrigo Grota, que rodou a produção na cidade paranaense de Londrina com apenas R$ 140 mil de orçamento. Classificado como um “western urbano”, o filme acompanha o ex-piloto Ezequiel (Felipe Kannenberg), que retorna à sua cidade natal após mais de uma década longe, por causa de uma última corrida que precisa fazer, e acaba reencontrando com sua família despedaçada e seu antigo amor. Com Simone Iliescu, Bruno Silva e José Maschio completando o elenco principal, o longa que ganhou prêmios no Cine PE de 2016 estreia agora nos cinemas, mais exatamente em 08 de agosto, distribuído pela Kinopus.

 

  • Um faroeste real que ocorre atualmente, só que no Oriente Médio, são a resistência do povo curdo na região contra o avanço de terroristas fundamentalistas, como os do ISIS, que visa massacrá-los. Esta situação serve de inspiração para Filhas do Sol (2018), filme de Eva Husson que foi exibido no Festival de Cannes do ano passado e chega aos cinemas no próximo dia 15 de agosto, com distribuição da Califórnia Filmes. Na trama, Golshifteh Farahani é Bahar, a comandante das Filhas do Sol, um batalhão composto apenas por mulheres curdas que atua ofensivamente na guerra do país, que são acompanhadas pela jornalista francesa Mathilde, interpretada por Emmanuelle Bercot.

 

  • Falando em casos assustadores, a produção assinada por Guillermo del Toro e com direção de André Øvredal, Histórias Assustadoras para Contar no Escuro (2019), ganhou data de lançamento pela Diamond: 8 de agosto. Baseado nos contos clássicos de terror e lendas urbanas de Alvin Schwartz, filme se passa em 1968 na cidade de Mill Valley, que há gerações é assombrada pelos mistérios que cercam a mansão da família Bellows, onde uma jovem rejeitada escreveu um livro com histórias assustadoras que, anos depois, se tornam reais quando Stella (Zoe Colletti) e seus amigos encontram seus escritos. Dean Norris, Michael Garza, Austin Abrams e Gabriel Rush são os outros nomes no elenco desse terror.

 

  • O que também assusta é o tema do documentário Privacidade Hackeada (2019), produção da Netflix que foi exibida no Festival de Sundance deste ano e estreia na plataforma de streaming no dia 24 de julho. O serviço liberou o trailer do longa de Karim Amer e Jehane Noujaim, que mostra como a exploração de dados pessoais na era da internet se tornou um dos negócios mais lucrativos do mundo, mas também mais perigosos, como comprova o escândalo Cambridge Analytica/Facebook, que é acompanhado no filme através de diferentes lados.

 

  • A espionagem também altera a História mundial, só que na trama fictícia de King’s Man: A Origem (2020), prequel de Kingsman que teve seu primeiro trailer – veja também dublado – divulgado hoje pela Fox. A produção, que traz o diretor Matthew Vaughan novamente à frente da franquia, conta os primórdios da agência de espionagem internacional, quando um homem precisa deter criminosos de roubar milhões através da I Guerra Mundial, e apresenta ao público os responsáveis pelo garbo, elegância e perspicácia da agência. Para tanto, este terceiro filme conta com estrelas de peso: Ralph Fiennes, Harris Dickinson, Gemma Arterton, Aaron Taylor-Johnson, Matthew Goode, Tom Hollander, Djimon Hounsou, Stanley Tucci, Rhys Ifans, Daniel Brühl e Charles Dance estarão nas telas em fevereiro de 2020, quando está prevista deste novo capítulo.

 

  • A história da eletricidade e de sua distribuição, na disputa entre a corrente contínua, defendida pelo inventor Thomas Edison (Benedict Cumberbatch), e a corrente alternada, encampada pelo empresário George Westinghouse (Michael Shannon) e o físico Nikola Tesla (Nicholas Hoult), movimenta o drama de época A Batalha das Correntes (2017). O longa de Alfonso Gomez-Rejon, que também traz Tom Holland e Katherine Waterston no elenco, será lançado pela Diamond aqui no Brasil, mas ainda não há previsão de estreia.

 

  • Batalha também é a que as mães do novo filme da Netflix travam para se reaproximarem dos filhos e de suas essências fora da maternidade na comédia Mãe e Muito Mais (2019). Angela Bassett, Patricia Arquette e Felicity Huffman vivem as amigas que embarcam nesta viagem à Nova York combinada a uma jornada interior. O longa de Cindy Chupack teve seu trailer liberado na semana passada, mas a produção só estará disponível na plataforma no dia 2 de agosto.

 

  • Enquanto isso, a vida perfeita da bem-sucedida advogada Anne (Trine Dyrholm), com o marido (Magnus Krepper) e suas duas filhas, é abalada com a chegada de Gustav (Gustav Lindh), o filho problemático que o esposo teve em um relacionamento anterior e que vem morar com eles, já que a ela se envolve intimamente com o enteado. Esta é a instigante trama de Rainha de Copas (2019), filme sueco da diretora May el-Toukhy, que venceu o prêmio da Audiência no Festival de Sundance deste ano e desembarca no Brasil em 12 de setembro, com distribuição da Arteplex.

Bilheteria

  • Quem ainda se mantem no topo da bilheteria dos Estados Unidos é Homem-Aranha: Longe de Casa (2019), segunda aventura solo de Peter Parker dentro do Universo Cinematográfico Marvel que conquistou US$ 45,3 milhões neste final de semana e somando US$ 274,5 milhões, em duas semanas, no mercado doméstico. Ainda segundo os dados do Box Office Mojo, a animação Toy Story 4 (2019) se mantém na segunda posição, com US$ 20,9 milhões, enquanto Predadores Assassinos (2019), terror com Kaya Scodelario em meio a um furacão e crocodilos, fez uma ótima estreia ao abocanhar US$ 12 milhões e o terceiro lugar na lista. Na sequência, vem outro lançamento em quarto, a comédia de ação Stuber (2019), e o Beatlemaníaco Yesterday (2019) fecha o Top 5 USA. Por fim, vale destacar o feito de The Farewell (2019), comédia dramática dirigida por Lulu Wang e estrelada por Awkwafina, que entrou em apenas quatro cinemas, mas conseguiu desbancar Vingadores: Ultimato (2019) e ficar com o recorde de estreia com melhor média por sala, com a marca de US$ 87,833 – o lançamento, por sinal, será expandido dentro das próximas semanas.

 

Compartilhar
Tweetar
Please reload

 Textos relacionados: 
Please reload

 últimas: 
Please reload

 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W