© 2019 por Nayara Reynaud. Criado a partir da plataforma Wix.

JUACAS – 2ª temporada | Passando a arrebentação

20/04/2019

 

Quando estreou no Disney Channel, há dois anos, a série nacional Juacas (2017-) foi uma mudança de paradigma dentro das produções originais do canal infanto-juvenil, não só no Brasil, mas, ainda hoje, em toda a América Latina. Fora da fórmula comum às suas atrações centradas em talentos musicais e do ambiente da high school norte-americana, a história criada por Carina Schulze e dirigida por Juliana Vonlanten ia para o litoral sul baiano, junto com o jovem Rafa Smor (André Lamoglia) que, fugindo do cerco do seu pai (Fernando Vieira), troca uma viagem para Londres pelo sonho de surfar. Lá em Itacaré, o protagonista remonta a lendária equipe Juacas, com o caipira João Joílton, o Jojó Mineiro (Marino Canguçú), e o nerd Bernardo de Souza, o Billy (Bruno Astuti), resgatando o sumido treinador Professor Juaca (Nuno Leal Maia) de sua reclusão para leva-los à conquista do troféu do CAOSS, o Campeonato Anual de Onda Super Surfe.

 

Obtendo bons resultados no canal, assim como na exibição posterior no SBT e no catálogo da Netflix, a série produzida pela Cinefilm finalmente chega a sua segunda temporada, demonstrando que conseguiu passar da arrebentação que era se provar como um produto genuinamente brasileiro atrativo para o público da Disney. A busca, agora, é por melhores ondas e o saldo – até o que se pode ver nos três primeiros episódios desta nova etapa, exibidos como um longa-metragem para a imprensa – soma mais tubos do que caldos.

 

Mesmo gravando em Mairiporã, cidade da Grande São Paulo, e em um estúdio paulistano, além das locações no município baiano em um total de quatro meses de gravações, os ajustes de produção conseguiram manter a ambientação praiana da atração, que teve 100% de externas na primeira temporada. Já a inclusão de números musicais para agradar a plateia cativa traz um resultado misto: às vezes, se mostra integrada na trama, a exemplo da apresentação do DJ Bruno Martini no Pico, o restaurante agora reformado da Dona Juma (Suzy Rêgo); outras, se revela como um mero acessório, como no uso repetitivo de Johnny Franco – apesar de sua boa canção – no terceiro episódio. Resta ver como as participações especiais da banda Supercombo – que assina a música de abertura Dropo o Mundo –, do cantor Saulo e de vários artistas independentes se dará ao longo dos próximos capítulos.

 

Ainda assim, existe maior fluidez na narrativa neste segundo ano, com mais apuro técnico e estético de Juliana Vonlanten e sua equipe, além do entrosamento do elenco mais maduro, de uma maneira geral, e que continua a ter em Marino Canguçú o seu maior destaque como o cômico e carismático Jojó. Criativamente, eles solucionam o fato do time ir para o campeonato nacional, como foi anunciado no último episódio da primeira temporada, abrindo esta com um filme da Kika (Clara Caldas) que revela rapidamente o que aconteceu na competição. De volta à Itacaré para um novo CAOSS, o professor terá dificuldades para reunir os Juacas, mas não é essa a única novidade nas areias de lá.

 

Gabriel Chadan substitui Eike Duarte como o antes antagonista Marcelo Mahla, mas a promessa é que os Red Sharks, também formados por Sebastian (Juan Ciancio), Minhoca (Rafael Castro) e um misterioso treinador (Iran Malfitano), estão mudados. Com a saída de Isabela Souza para protagonizar a nova série latina do Disney Channel, Bia (2019), a atriz Carol Oliveira, marcada na infância por seu trabalho na minissérie Hoje É Dia de Maria (2005), entra na pele de Nanda, prima de Brida, que assume seu posto no coração de seu ex e entre as Sirenas, que agora ganham tanto destaque quanto os surfistas masculinos, com a novata, Leilane (Larissa Murai) e Vivi (Mariana Azevedo) precisando equilibrar seus compromissos com os patrocinadores e os treinos, neste primeiro momento da temporada. Uma nova equipe capitaneada pelos irmãos Enzo (Gabriel Falcão) e Giuliana (Branca Previlliato) também surgirá mais para frente, mas já percebe-se um protagonismo mais dividido na série, além da tentativa de diminuir o maniqueísmo e trazer mais dualidade em cada personagem, com os erros e acertos de cada um, mostrando que para ser uma boa aventura juvenil, Juacas não precisa menosprezar o seu público.

 

 

=> Aproveite e ouça a entrevista com a diretora Juliana Vonlanten sobre a 2ª temporada de Juacas

Juacas (2017-)

Série | 2ª temporada: 25 episódios (confirmados até então), a partir de 22 de abril de 2019

Canal: Disney Channel | Exibição: segunda a sexta, às 17h30

Horário alternativo: segunda a sexta, às 19h30 no Disney XD

Direção Geral: Juliana Vonlanten

Criação: Carina Schulze | Direção: Juliana Vonlanten e Marcelo Trotta

Elenco: André Lamoglia, Bruno Astuti, Marino Canguçu, Nuno Leal Maia, Gabriel Chadan, Juan Ciancio, Rafael Castro, Iran Malfitano, Larissa Murai, Carol Oliveira, Mariana Azevedo, Gabriella Saraivah, Érica Prado, Gabriel Falcão, Branca Previlliato, João Lucas, Guilherme Seta, Mateus Mahmoud, Clara Caldas, Suzy Rêgo, Teco Padaratz e Fernando Vieira

 

 

Compartilhar
Tweetar
Please reload

 Textos relacionados: 
Please reload

 últimas: 
Please reload

 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W