© 2019 por Nayara Reynaud. Criado a partir da plataforma Wix.

INTIMIDADE ENTRE ESTRANHOS | Piscina meio vazia

13/12/2018

 

O ano de 2018 foi prolífico para José Alvarenga Jr. que, depois de lançar a cinebiografia de Éder Jofre, 10 Segundos Para Vencer (2018), em setembro, estreia agora, em dezembro, mais um longa-metragem. Contudo, do típico filme de boxe que realizou na produção premiada no Festival de Gramado, o seu novo Intimidade Entre Estranhos (2018), exibido na Mostra em São Paulo e no Festival do Rio, só guarda a predileção por cenas em escadas. Em um projeto bem menor e mais autoral, o cineasta de tantas comédias, como Os Normais: O Filme (2003) e Cilada.com (2011), constrói um romance dramático em que a solidão, depressão e desconexão pautam os relacionamentos que se estabelecem no espaço circunscrito de um pequeno prédio.

 

A história começa no aeroporto, com Maria (Rafaela Mandelli) voando de São Paulo rumo ao Rio de Janeiro, cidade em que nasceu, mas que evita desde a infância, devido a um trauma revelado mais a frente na trama. Porém, a necessidade de apoiar o marido que tanto lhe ajudou, agora que o fracassado ator Pedro (Milhem Cortaz) ganhou a oportunidade da sua carreira, lhe obriga a voltar no lugar que lhe traz tantos fantasmas do passado. Ao chegar a sua nova morada carioca, ela logo conhece a rigidez do síndico e dono de quase todo o edifício, o menino jovem de alma velha Horácio (Gabriel Contente), criado pela avó e que vive recluso em seu apartamento, tendo apenas a música como companheira.

 

A narrativa, então, segue no paradoxo exposto no título, indo por dois caminhos inversos: o de um casal muito parceiro um do outro, cuja relação começa a se distanciar neste novo ambiente, e de dois vizinhos completamente opostos que começam a criar laços sinceros de afetividade. Mas tal qual a piscina de plástico montada na varanda da protagonista, a fragilidade dos personagens é latente, assim como a de seus relacionamentos – embora tais amores não sejam tão líquidos, como dizia o filósofo Zigmunt Bauman. O problema é que estas pessoas criadas pelo diretor e o roteirista Matheus Souza, de Ana e Vitória (2018) e Eu Não Faço a Menor Ideia do Que Eu Tô Fazendo Com a Minha Vida (2012), se perdem um pouco nestas trilhas, dando passos largos demais em certas direções, para voltar depois, como se estivesse tudo bem ao alcançar o seu desfecho. Isso torna o terceiro ato um tanto arrastado e demonstra a dificuldade do roteiro em encontrar a conclusão do filme, além de construir diálogos que drenam a naturalidade buscada pela produção.

 

Ainda sim, a direção equilibrada de Alvarenga Jr. deixa um gosto agridoce no público que, embora pudesse ser mais refinado, ainda é interessante como um ponto fora da curva, seja na filmografia do realizador ou na cinematografia nacional. Da sua verve de humor, ele traça discretamente um paralelo com certos produtos da televisão brasileira, através de Pedro: depois de trabalhar em eventos para senhoras viúvas e pegadinhas estilo Silvio Santos, o ator tem a chance de uma virada com o papel de filho de Noé em uma minissérie bíblica em coprodução Brasil-Portugal. Milhem Cortaz, cuja carreira na TV se escorou em novelas da Record enquanto já se destacava no cinema, não se importa em fazer piada de si mesmo e estabelece uma dobradinha madura com Rafaela Mandelli, que após protagonizar a série O Negócio (2013-18), cria uma relação mais vibrante e romântica – ainda que na empatia depressiva deles – com o bom estreante Gabriel Contente, da atual temporada de Malhação (1995-), mas desponta entre o trio, tendo em mãos um grande veículo para finalmente se destacar na telona.

Intimidade Entre Estranhos (2018)

Duração: 111 min | Classificação: 14 anos

Direção: José Alvarenga Jr.

Roteiro: Matheus Souza e José Alvarenga Jr.

Elenco: Rafaela Mandelli, Gabriel Contente, Milhem Cortaz, José Dumont, Giovanna Lancellotti e Jayme Periard (veja + no IMDb)

Distribuição: Galeria Distribuidora

 

 

Compartilhar
Tweetar
Please reload

 Textos relacionados: 
Please reload

 últimas: 
Please reload

 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W