© 2019 por Nayara Reynaud. Criado a partir da plataforma Wix.

PERFEITA É A MÃE! 2 | Gerações de tradições natalinas e medos maternos

13/12/2017

 

No meio do verão norte-americano do ano passado, Perfeita É a Mãe! (2016) se destacou nas bilheterias dos Estados Unidos, mais do que quintuplicando o seu orçamento ao trazer certo frescor com uma comédia rebelde sobre a maternidade em tempos modernos, com as neuras e a pressão em seguir certos padrões de como deve ser uma mãe. Mas a libertação do trio de protagonistas vivido por Mila Kunis, Kristen Bell e Kathryn Hahn desse patrulhamento social, muito comum no ambiente escolar, vinha através de uma delinquência praticamente juvenil, do modo mais clichê possível – em videoclipes com música pop e muito slow motion –, nas mãos dos diretores Jon Lucas e Scott Moore, bem no espírito de Se Beber, Não Case! (2009), do qual foram roteiristas.

 

Para não soar repetitivo, a dupla restringe esse momento delinquente a apenas uma sequência no shopping, nada efetiva no início da continuação Perfeita É a Mãe! 2 (2017), que chega quase um ano e meio depois do sucesso do primeiro filme, tendo o Natal e suas preocupações como pano de fundo. Quando já perto do terceiro ato, Amy (Mila Kunis), Kiki (Kristen Bell) e Carla (Kathryn Hahn) voltam a sair, mesmo que para um evento pra lá de inusitado, se comportam como adultas normais que bebem e se divertem. Nesse ínterim, o momento slow motion – agora com uma fotografia mais viva de Mitchell Amundsen e longe da luz estourada e do ar pasteurizado do anterior neste aspecto – fica reservado a um day-off delas da rotina com a própria família em um centro de jogos.

 

Isso porque este segundo longa sai da escola e centra-se em questões familiares e também geracionais, com medos, inquietações e erros que são transmitidos de mãe para filha e se repetem, sendo igualmente retroalimentados por essa pressão social de que falava o primeiro. Esses problemas ficam evidentes quando as protagonistas recebem a visita de suas respectivas mães durante o Natal, um período que já demanda muito delas para “deixar tudo perfeito”.

 

Para Amy, isso se torna pior com a presença de sua exigente progenitora, Ruth (Christine Baranski, usando sua elegância natural em favor do ar arrogante da personagem), cuja necessidade de perfeição a impede de se aproximar da filha. Já Kiki tem de lidar com uma mãe próxima demais, altamente dependente dela, na chegada antecipada de Sandy (Cheryl Hines ganhando um papel de destaque e esbanjando estranheza nessa obcecada persona). Enquanto isso, Carla tem seus receios com a volta de Isis (Susan Sarandon, bem longe da mãe superprotetora de A Intrometida, de 2015, e até da controladora de Em Qualquer Outro Lugar, de 1999), uma figura materna distante que sempre a procura quando está em alguma enrascada financeira.

 

As três atrizes veteranas se destacam e injetam ânimo na dinâmica com as protagonistas, melhorando o desenvolvimento destas como personagens, embora ofusque a relação delas com os filhos – Oona Laurence e Emjay Anthony, como os rebentos de Amy, conseguem ao menos duas cenas importantes. O sentimentalismo que vem dessa trama familiarmente materna contrasta com o linguajar bem mais desbocado desta sequência, forçado demais em alguns momentos. Um, em particular, de tão absurdo, é impossível de resistir ao riso; não que você não se questione por isso depois...

 

Sem o frescor do primeiro, Perfeita É a Mãe! 2 ainda mantém a força de investir no protagonismo feminino fora dos padrões – mesmo caindo em outros estereótipos –, agora duplicando-o com a adição das novas personagens, e a presença da nova versão de Jingle Bells lançada por Gwen Stefani, um ícone feminista do rock e do pop, garante isso.

Perfeita É a Mãe! 2 (A Bad Moms Christmas, 2017)

Duração: 104 min | Classificação: 16 anos

Direção: Jon Lucas e Scott Moore

Roteiro: Jon Lucas e Scott Moore

Elenco: Mila Kunis, Kristen Bell, Kathryn Hahn, Christine Baranski, Susan Sarandon, Cheryl Hines, Jay Hernandez, Justin Hartley, Peter Gallagher, Oona Laurence, Emjay Anthony e Lyle Brocato (veja + no IMDb)

Distribuição: Diamond Films

 

 

Compartilhar
Tweetar
Please reload

 Textos relacionados: 
Please reload

 últimas: 
Please reload

 siga o NERVOS: 
 @nervossite 
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • Branco RSS Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W